conecte-se conosco

Infraestrutura

Portos do Paraná apresenta diferenciais para importadores e exportadores na Intermodal

Evento é um espaço estratégico para apresentar as vantagens operacionais, logísticas e econômicas de se fazer negócios e investir nos Portos de Paranaguá e Antonina

Publicado

em

Foto: Rodrigo Felix Leal/Seil

O estande da comunidade portuária paranaense na Intermodal South America 2022 abre na terça-feira, 15, às 13 horas, no São Paulo Expo. Até a próxima quinta-feira, 17, data do aniversário de 87 anos do Porto de Paranaguá, a empresa pública Portos do Paraná participa com mais de 30 parceiros do principal evento do setor logístico na América do Sul.

“Esta é reconhecida como a maior feira de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina. É um espaço estratégico para apresentar as vantagens operacionais, logísticas e econômicas de se fazer negócios e investir nos portos de Paranaguá e Antonina”, diz o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

Junto com as principais empresas que atuam na comunidade portuária do Paraná, o objetivo dessa participação é apresentar os pontos fortes. “É mostrar os diferenciais e atrativos para quem quer importar e exportar, em portos eficientes, de localização privilegiada, infraestrutura moderna e gestão de qualidade”, destaca o diretor de Desenvolvimento Empresarial da Portos do Paraná, André Pioli.

Com a autoridade portuária do Estado, participam as empresas alBriggs, aQuamec, A.O.C.E.P., AM, Sináutica, Álcool do Paraná, Bunge, CAP, Cargill, Cattalini, CBL, InterAlli, CentroSul, Tibagi, Cia Ambiental, Coamo, Copadubo, Cotriguaçu, Fospar, Mosaic, GTM, Harbor, Headnet, Klabin, LDC, Marcon, Teapar, Martini Meat S.A., Multitrans, Nuctech, Pasa, Rocha, Wedo, TCP, Toledo do Brasil e Ftsgroup.

Ao todo, a feira conta com 200 marcas nacionais e internacionais. “Somos a única empresa estatal do Paraná a participar da Intermodal”, afirma Pioli.

Depois de dois anos de cancelamento, devido à pandemia, a 26.ª edição da Intermodal será a primeira no formato híbrido, ou seja, presencial e digital, simultaneamente. Além de um momento de exposição, serão três dias de atualizações, conexões e troca de experiências no segmento.

Como divulgam os organizadores do evento, na modalidade híbrida a Intermodal torna-se uma ferramenta ainda mais estratégica para as empresas e profissionais do setor, por aumentar a capilaridade e facilitar a participação de players de outras regiões do país e do mundo.

Durante a Intermodal, a Conferência Nacional de Logística (CNL), realizada em parceria com a Associação Brasileira de Logística (Abralog), promove debate sobre a logística como eixo de desenvolvimento econômico do País.

De acordo com os organizadores, serão três dias de conferência e debates voltados para a gestão das cadeias logísticas, de infraestrutura, de supply chain, de produção, armazenamento, distribuição e transportes de cargas, além de armadores, embarcadores e empresas de tecnologia associadas a estes setores.

Fonte: Portos do Paraná