conecte-se conosco

Infraestrutura

Cerca de 120 quilômetros de asfalto foram entregues em Paranaguá pela atual gestão

Prefeito destaca vinda de R$ 3,5 milhões do Estado para recapeamento asfáltico

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Paranaguá/Secom - Arquivo

A mobilidade urbana na gestão pública sem pensar na descentralização do trânsito e em vias de qualidade. Segundo o prefeito Marcelo Roque, esta é uma linha de sua linha de atuação desde que assumiu o Executivo em Paranaguá em janeiro de 2017, quando adotou como meta a realização de obras de asfaltamento não somente na área central, mas também nos bairros de Paranaguá, algo que fez com que atualmente o município alcançasse a marca de cerca de 120 quilômetros de asfalto a quente entregues em diversas localidades. Outro foco é o recape asfáltico de qualidade de vias já asfaltadas, algo que será ampliado, com a entrega de R$ 3,5 milhões em verbas pelo Governo do Estado neste mês para este tipo de benfeitoria. 

“Antigamente, faziam aquela coisa de pintar a rua de preto. Jogava um asfalto ali, não tinha nem a base nem nada. Quem mudou muito essa história foi o prefeito Mário Roque, que fez muito manilhamento e asfalto com meio fio dentro da cidade, só que naquela época era asfalto PMF, asfalto a frio. Nós só fazemos asfalto a quente na nossa administração, com durabilidade por mais tempo, e não fazemos nada que não tenha uma base boa e meio fio”, ressalta Marcelo Roque. 

O prefeito salienta que outro diferencial da sua administração é a construção de calçadas nas vias, mesmo não sendo isso uma obrigação do município. “Muitos não sabem, que do meio fio para o asfalto é dever da Prefeitura, mas do meio fio para cima é de cada morador. É ele que tem que fazer a calçada, deixar limpa a frente da sua casa, não é a Prefeitura. Nós estamos chegando a 120 quilômetros de asfalto, 90% do asfalto que nós fizemos nós fizemos com calçada em concreto. Isso ocorre no Jardim Ouro Fino, por exemplo, onde não havia um quilômetro de asfalto e inauguramos mais três, na Vila Garcia, Vale do Sol, Jardim Esperança”, explica, ressaltando a importância da descentralização do asfaltamento em Paranaguá e também na área central.

“Fizemos também o asfaltamento no Jardim Paranaguá, o recape de todo o Nilson Neves, recape no Cominese, estamos fazendo agora asfalto novo no Bertioga e Parque São João. A Avenida Belmiro Sebastião Marques fomos nós que finalizamos. Asfalto novo em toda a Vila Guarani, Padre Jackson, Jardim Iguaçu, Vila Marinho, onde agora fizemos cinco quilômetros de asfalto, e assim nós vamos dar continuidade”, explica Roque.

Descentralização do asfaltamento a quente alcança diversos bairros de Paranaguá, explica Marcelo Roque (Foto: Prefeitura de Paranaguá/Secom – Arquivo)

Mais R$ 3,5 milhões enviados pelo Estado

Na última vinda do governador Ratinho Júnior a Paranaguá, foi destinado a Paranaguá um recurso de R$ 3,5 milhões para recapeamento de asfalto no município. “Nós iremos fazer 100% no Parque Agari e vamos fazer aqui desde o Colégio Estadual e o posto Mahle, pois nós fizemos asfalto novo até o sinaleiro do Estadual, do posto até o Hospital Regional será feito todo um asfalto novo novamente”, salienta.

“Estamos investindo em infraestrutura de qualidade por toda a Paranaguá. Às vezes somos mal compreendidos pelas pessoas quando postamos a entrega de algum asfalto, e o morador do lado também quer, outro vizinho quer, mas a gente faz conforme conseguimos. Inclusive estamos agora na Labra fazendo asfaltamento, uma reivindicação antiga dos moradores”, afirma Marcelo Roque.

O prefeito explica que além de ter as empresas que ganham as licitações para realizar asfaltamento em Paranaguá com qualidade, a Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) também produz e aplica o asfalto. “Temos aí mais dois anos e sete, oito meses, pela frente, focados em mais desenvolvimento. Hoje o povo sai da sua residência e pisa e transita em uma infraestrutura de qualidade”, finaliza Roque.