conecte-se conosco

Esportes

Presidente do Conselho Gestor do Rio Branco esclarece os fatos que levaram ao WO e reitera compromisso com o torcedor do Leão

Brayan Roque esclareceu os fatos ocorridos em coletiva de imprensa, pediu desculpas, confiança e apoio dos torcedores

Publicado

em

O Conselho Gestor do Rio Branco, através de seu presidente Brayan Roque, realizou uma coletiva de imprensa no início da tarde de terça-feira, 25, para esclarecer os fatos que levaram o Rio Branco S.C. a levar o WO no jogo contra o Cascavel no último sábado, bem como pediu confiança e apoio aos torcedores no decorrer da competição. 

“Estamos realizando esta coletiva de imprensa para esclarecer alguns fatos sobre o ocorrido do WO do Rio Branco no último sábado. Vou relatar para vocês desde início tudo o que aconteceu, até para vocês entenderem e ouvirem a parte da diretoria do Rio Branco. Nós iniciamos junto com a presidência do Rio Branco no dia 15 de outubro, junto com o presidente Mauro De Lazzari, onde o Mauro pediu a renúncia no dia 1.º de dezembro. Após isso teve todo um trâmite a ser feito com a diretoria, tanto com reuniões extraordinárias de chamamento dos diretores do Rio Branco, sendo assim foi proclamado o Marcos Zin da Cirúrgica Paraná como novo presidente do Rio Branco, e eu juntamente como presidente do Conselho Gestor, pois bem, a partir de janeiro foi uma correria para nós trocarmos o nome do Marcos na Junta Comercial e na Receita Federal que estava em recesso. Nós, por muitas vezes, fomos até a Receita, e o órgão só está fazendo o agendamento, então demorou, não teve tempo hábil e assim fechando na segunda-feira antes da nossa partida conseguimos organizar na Junta e na Receita Federal. Sendo assim, na terça-feira, todos os documentos estavam em posse do então advogado do Rio Branco, Sr.  Eduardo Vargas.  Advogado esse que confiamos, que a diretoria confiou. Um advogado que presta serviço para vários outros clubes, como o Londrina, CSA e São-joseense, advogado esse que infelizmente a diretoria do Rio Branco confiou. Peço desculpas à nação alvirrubra, a todos os torcedores por esse fato que nunca aconteceu, que nunca ocorreu no Rio Branco, mas que infelizmente veio a correr por falta de experiência e por falta de profissionalismo de ser advogado. Tomamos todas as medidas cabíveis, vamos entrar com um processo contra o escritório, para pelo menos, ressarcir esse mal que esse homem fez ao Rio Branco.  Não estou me eximido da culpa, a diretoria também teve o seu erro em confiar nesse escritório de advocacia, mas nós estamos aqui de cabeça erguida, reconhecendo nosso erro e sendo assim tentando apagar esse fato que ocorreu no sábado, um erro fatídico muito por conta do escritório do doutor Eduardo Vargas”, explicou o presidente do Conselho Gestor, destacando também que o clube tentou junto à Federação Paranaense de Futebol o adiamento da partida. “O Rio Branco tentou o adiamento do jogo junto à Federação Paranaense e esse pedido não foi aceito. Nós tomamos as medidas cabíveis para tentar adiar o jogo, e aqui quero agradecer ao presidente do Cascavel que nos ligou e prestou ajuda, e foi em comum acordo à tentativa de adiamento da partida, mas mesmo assim não ocorreu, sendo assim o Rio Branco tomou o WO. Mais uma vez peço desculpa à torcida do Rio Branco e a algumas pessoas que viajaram a Cascavel”, completa. 

Brayan destacou também que na sexta-feira a diretoria já contratou outro escritório de advocacia. “Na sexta-feira nós já tínhamos outro escritório de advocacia, representado pelo Dr. Denis Almada. Nós já tínhamos pago ao doutor Eduardo Vargas cinco mil reais para inscrição dos atletas, infelizmente nós quebramos o contrato com o Dr. Eduardo Vargas e assinamos com o doutor Almada, que em um dia fez 15 inscrições, e quero deixar bem claro só no dia de ontem. Vocês podem ver que foi falta de profissionalismo, pois pudemos ver que em apenas um dia o doutor Denis Almada conseguiu fazer as 15 e hoje finalizando vamos colocar mais 9 jogadores no BID. Então quero deixar aqui mais uma vez a desculpas ao torcedor pelo ocorrido, e nós vamos reverter dentro de campo esta situação que ocorreu no sábado”, enfatizou Brayan.

O presidente do Conselho Gestor também deixou uma mensagem ao torcedor do Leão. “Nós da diretoria estamos completamente desolados com a situação que ocorreu, mais uma vez pedir desculpa mais uma vez à torcida e dizer para o torcedor que o trabalho que vem sendo feito não pode ser jogado fora, de uma hora para outra. Pagamento em dia, estrutura da Estradinha, cozinha toda remodelada, foram tantas coisas boas que fizemos neste período que estamos à frente do clube, não pode ser jogado fora. Então pedimos ao torcedor que compareça ao estádio, que apoie o time que será muito importante para o Rio Branco”, enfatizou Brayan, destacando também que a diretoria estará realizando uma promoção para a estreia no Leão em casa, que acontecerá no próximo domingo, às 20h, no Gigante do Itiberê.

Seguindo a programação da diretoria, a equipe do Rio Branco saiu de Paranaguá, às 12h de terça-feira, 25, com destino a Maringá, onde na noite de quinta-feira, 27, às 19h, enfrenta o Cianorte F.C. pela 2.ª rodada do Paranaense 2022, no Estádio Willi Davis.  

Continuar lendo
Publicidade