conecte-se conosco

Esportes

Johnatha Vaz é convocado para o Campeonato Mundial de Canoagem Oceânica 2022

Johnatha Vaz participará da competição entre os dias 3 a 12 de outubro de 2022, que acontecerá em Viana do Castelo, em Portugal

Publicado

em

Fotos: arquivo do atleta

A Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) convocou o atleta Johnatha Vaz Zeferino, para participar do Campeonato Mundial de Canoagem Oceânica 2022, que ocorrerá entre os dias 3 a 12 de outubro de 2022, em Viana do Castelo, em Portugal.

Johnatha Vaz, que participa na categoria Master A, representando o Paraná Hoe e o Clube de Natação e Regatas Comandante Santa Ritta, destacou como conquistou a vaga para participar do Campeonato Mundial de Canoagem Oceânica.

“A convocação chegou em uma hora muito boa, onde estou treinando muito para as competições. A Copa do Brasil que participei no Ceará no mês de setembro do ano passado e através da segunda colocação que conquistei consegui a vaga no mundial”, disse o atleta, destacando como está realizando os preparativos e os treinamentos para a competição.

“Com a convocação estou começando a correr atrás de tudo que preciso para viajar,  desde o passaporte, documentação e patrocínio das pessoas que ajudam a gente, pois é uma viagem que não é barato, então já estou procurando saber os valores de passagem de avião, valores de estadia, já tive até alguns amigos que moram em Portugal que convidaram para ficar na casa deles, procurando minimizar os custos para conseguir ir participar deste campeonato”, completa.

Questionado sobre o período que iniciou com a canoa havaiana em Paranaguá, até a convocação, Johnatha destacou que sempre trabalhou forte para que se tornasse realidade.

“Quando comecei com o grupo de canoagem o Paraná Hoe canoa havaiana, eu estava enfatizando mais a canoa havaiana, mas eu vim da canoagem de velocidade e com o tempo passei a gostar da canoagem oceânica. A canoagem de velocidade é para a galera mais nova, que está em outro patamar de treinamento, muito mais forte, até porque são tiros curto de quinhentos e mil metros, e é muito forte. Já a canoagem oceânica é como se fosse uma maratona em mar aberto. Então eu procurei saber como funcionava, e fui atrás. Temos uma baía linda que não é mar aberto, mas em dias de vento fortes, fica igual o mar aberto, e quando não se tem essa possibilidade de remar dentro da baía, vou fazer meus treinos lá na praia para tentar sentir as mesmas condições que terei em um campeonato como esse”, disse Johnatha, que enfatiza que as expectativas são as melhores possíveis.

“São boas, pois procuro ir treinar sempre para chegar à frente. Antes do Mundial de Canoagem Oceânica, teremos o Campeonato Brasileiro, que também já é uma convocação para o próximo mundial. Tem que treinar forte para o Brasileiro e ir bem para o mundial. Essa categoria que participo é muito forte, mas com muito treino e muita dedicação a gente tem que tentar chegar na frente de todo mundo”, externa.

O atleta segue com os treinamentos focando o Campeonato Brasileiro, que será realizado em setembro em Fortaleza, no Ceará, e na sequência, para o Mundial, a ser realizado em outubro, em Portugal. Já com a equipe Paraná Hoe Canoa Havaiana, participa em junho do Aloha Spirit, em Angra dos Reis.  

Continuar lendo
Publicidade