Connect with us

Educação

Rede Municipal quer criar comitê para discutir retorno das aulas em Paranaguá

Objetivo é garantir que alunos e profissionais estejam em segurança (Foto: Arquivo)

Publicado

em

O retorno às aulas presenciais é um dos temas mais discutidos entre os pais, pelo posicionamento adotado por diferentes autoridades da área da educação no País. Em Paranaguá, no âmbito da Rede Municipal de Ensino, a intenção é criar um comitê para discutir o retorno das aulas, seguindo as normas de segurança e prevenção do contágio pelo novo Coronavírus.

No Paraná, a Rede Estadual de Ensino criou um Comitê Estadual que tem analisado esse retorno às aulas presenciais de forma escalonada e com orientações guiadas pelos órgãos de saúde. Segundo informações da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed), o possível retorno das aulas presenciais no Paraná ainda não tem data definida para acontecer, e vai depender da avaliação da Secretaria da Saúde sobre o avanço ou não da pandemia no Estado.

A Secretaria Municipal de Educação e Ensino Integral de Paranaguá (Semedi) afirmou, em nota, que não participou do encontro do Comitê Estadual e que o objetivo é criar um próprio para discutir a retomada sem colocar em risco as crianças e os profissionais que atuam nas escolas. 

“Pretendemos montar, juntamente com os órgãos competentes como a Secretaria de Saúde, assistência social, Conselho Municipal de Educação, Conselho Tutelar e com a participação dos profissionais de Educação, um Comitê Municipal para discussão dos protocolos de segurança para o retorno das atividades escolares”, ressaltou, em nota, a Semedi.

Portanto, ainda não há uma data estabelecida para o retorno das atividades escolares presenciais no município. “Nosso posicionamento sempre será pela segurança dos nossos profissionais e alunos, não conseguimos ainda dar uma previsão de retorno às atividades presenciais. Os pais, assim como nós, têm o posicionamento pela segurança das crianças e profissionais, por isso, reiteramos que retornaremos quando houver segurança para todos”, afirmou a Semedi.

Protocolo de segurança

O Núcleo Regional de Educação (NRE) informou que está organizando as unidades escolares de acordo com o protocolo de segurança desenvolvido pelo Comitê Estadual. 

“Ainda não temos data definida para retornar, mas sabemos que não será em setembro. Cada diretor está realizando a organização em suas respectivas escolas, com  adaptações e adequações. Algumas carteiras, por exemplo, precisam ser marcadas para não utilização”, comunicou o NRE.

O secretário da Educação e do Esporte do Paraná, Renato Feder, destacou a importância de se cumprir rigorosamente o protocolo quando houver liberação da Secretaria da Saúde para um retorno presencial. “Estamos construindo um protocolo de retorno que garanta segurança quando for possível voltar. As experiências internacionais em que nos baseamos comprovam que onde o protocolo foi seguido rigorosamente nas escolas não houve aumento no contágio. Por isso ouvir cada município é importante para garantir que o protocolo seja cumprido dentro de cada realidade do Paraná”, explicou Feder.