conecte-se conosco

Educação

Rede estadual de educação terá protocolo de biossegurança para a volta às aulas

Retorno acontece no dia 7 de fevereiro com ensino 100% presencial

Publicado

em

Foto: Seed/PR

A volta às aulas na Rede Estadual de Educação no Paraná está programada para o dia 7 de fevereiro. Com a alta recente no número de casos de Covid-19, impulsionada pela variante Ômicron, as escolas terão que seguir um protocolo de biossegurança para a prevenção da doença. Segundo o Núcleo Regional de Educação (NRE) de Paranaguá, que abrange os sete municípios do litoral, as aulas serão 100% presenciais. 

A chefe do NRE Paranaguá, Zenilda Mendes dos Santos, afirmou que as escolas de todo o Paraná estão elaborando um protocolo de biossegurança, adequado às orientações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). “Equipando-se com álcool em gel 70%, máscaras descartáveis de proteção e termômetros para receber os estudantes a partir do dia 7. Para que esses protocolos tenham sucesso é muito importante a colaboração de estudantes e responsáveis”, frisou Zenilda.

As instituições têm até o dia 31 de janeiro para devolverem uma lista com as medidas de biossegurança adotadas pela Sesa e posterior visita da comissão de biossegurança do Núcleo. 

Distanciamento

Segundo ela, a atual resolução não estabelece uma metragem específica quanto ao distanciamento de estudantes. “Entretanto, nossas salas de aula permitem um espaçamento de um metro ou mais entre os alunos, atendendo a orientações anteriores. Nos espaços externos, segue respeitado o distanciamento de um metro. Estas medidas são válidas para todos os estabelecimentos de ensino do Paraná, incluindo as escolas da rede privada”, disse Zenilda.

Isolamento

No caso de um aluno testar positivo para a Covid-19 ou apresentar sintomas da doença toda a turma deverá ser afastada para o ensino remoto.

“Há um rígido protocolo a ser seguido. Uma vez apresentando sintomas é feito o comunicado aos responsáveis, orientando para a unidade de saúde mais próxima. Caso o diagnóstico médico seja positivo após exame, o estudante entra em quarentena de 10 dias e a turma segue para atividades pedagógicas não presenciais, com aulas síncronas via google meet, atividades do google classroom e materiais preparados pela escola”, explicou Zenilda.

Recomendação aos pais

A chefe do NRE Paranaguá destacou que é importante que os pais orientem os filhos a respeitar os protocolos de biossegurança estabelecidos pela escola e que, em caso de sintomas ou positivos para Covid-19, comuniquem imediatamente as instituições de ensino. “Ressalta-se ainda a importância da vacinação, que avança gradativamente para a faixa etária de nossos estudantes, sendo essencial para a sequência salutar do ano letivo de 2022”, afirmou Zenilda.

Ensino presencial

O retorno será presencial para todos os estudantes, com exceção daqueles que apresentam comorbidade comprovada e ainda não estão com seu ciclo vacinal completo. “O atendimento pedagógico não presencial, on-line ou material impresso, fica apenas para alunos em quarentena ou com comorbidade atestada pelo médico. Estes casos de comorbidade são válidos somente para os alunos, parentes com comorbidade não dispensa o aluno do presencial”, enfatizou Zenilda.