conecte-se conosco

Educação

Provas do Saeb serão aplicadas a partir desta terça-feira no litoral

Avaliação vai medir a aprendizagem dos estudantes pós-pandemia

Publicado

em

Nesta terça-feira, 24, começam a ser aplicadas as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) nas escolas estaduais do litoral do Paraná. Trata-se de um conjunto de testes que têm o objetivo de fazer um diagnóstico da educação básica brasileira. Na rede estadual de ensino do Paraná, participarão das provas os estudantes dos 5.° e 9.° anos do ensino fundamental e das 3.ª e 4.ª séries do ensino médio regular e profissional. A realização vai até o dia 10 de novembro.

O Núcleo Regional de Educação de Paranaguá (NRE), responsável pelos sete municípios da região, deu algumas informações sobre a avaliação e destacou a importância de os alunos aderirem a prova em todo o litoral.

A chefe do NRE de Paranaguá, Izabel Cristina Vieira, falou sobre a avaliação e como ela é importante para a área da educação. “O Saeb acontece no Brasil a cada dois anos desde 1990, quando foi estabelecida uma prova de larga escala para medir o nível de aprendizagem dos alunos pensando em políticas públicas. As especificidades regionais também podem ser vistas com o Saeb. Desde 2019, o Paraná tem feito uma preparação muito forte com as escolas para preparar os nossos alunos para a participação no Saeb”, destacou Izabel.

Essa edição do Saeb, segundo Izabel, é um marco para a educação brasileira, pois vai indicar como está a educação no período pós-pandemia. “Vamos ver como está a aprendizagem dos nossos estudantes pós-pandemia. A gente percebe que a importância dessa avaliação não está em medir comparativos, mas neste ano é um marco para a gente. É como se fosse uma retomada de análise, para saber se estamos no caminho certo. Sabemos que há um déficit da pandemia e queremos saber o que é importante fazer agora. Essa participação dos nossos estudantes vai mostrar o quanto também já avançamos”, afirmou Izabel.

Os testes abrangem o desempenho dos estudantes nos componentes curriculares de matemática e língua portuguesa
Foto: Lucas Fermin/AEN

Os índices também vão revelar a situação da educação em cada município do litoral. “Temos sete municípios e a gente vê que as maneiras de aprendizagem são diferentes nas Ilhas, nas comunidades quilombolas, indígenas, temos muitas especificidades. E o Estado do Paraná está trabalhando de uma maneira modelo para que todo esse conhecimento e tecnologia chegue da mesma maneira para todos”, declarou Izabel.

Na última edição, o Paraná alcançou a melhor nota do Brasil no Ensino Médio e a terceira melhor nota no Ensino Fundamental. “Vemos esse crescimento e estamos com esperança nesse resultado do Saeb, estamos nos preparando para isso. Não deixamos de aplicar a Prova Paraná em nenhum ano, mesmo com a pandemia”, lembrou Izabel.

Participação dos estudantes

Todos os estudantes do 5.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e 3.ª e 4.ª séries do ensino médio regular e profissional devem fazer a avaliação. Cada escola seguirá um calendário próprio para aplicação da prova do Saeb a partir dessa terça-feira, 24.

“Precisamos muito da presença dos alunos, que a comunidade e os pais entendam a importância. Todas as escolas estão divulgando o seu cronograma, os próprios alunos estão sendo protagonistas dessa ação do Saeb, eles mesmo têm mostrado que querem participar e motivando outros alunos. Os dados são importantes para a gente saber de onde devemos partir, de onde retomar a aprendizagem, onde estão as falhas, o que depois da pandemia mais precisamos recompor”, disse Izabel.

Para alcançar esses resultados, é necessário que os estudantes participem. “Estamos preparados e esperando muito a presença dos nossos alunos, que os pais abracem essa luta junto com a gente”, ressaltou Izabel.

Os testes abrangem o desempenho dos estudantes nos componentes curriculares de matemática e língua portuguesa, servindo como ferramenta de monitoramento da aprendizagem.

Paranaguá

Na Rede Municipal de Educação de Paranaguá participarão, neste ano, 1810 estudantes dos 5.º anos de 31 escolas municipais. De acordo com a secretária municipal de Educação, Tenile Xavier, a avaliação é de extrema importância visto que os resultados da proficiência em língua portuguesa e matemática trazem um parâmetro dos avanços na educação. 

“Conto com a colaboração de todos os pais e responsáveis para que incentivem seus filhos a participação da prova com confiança e protagonismo, para que nossos estudantes realizem a prova com tranquilidade”, afirmou Tenile.

Este é o principal instrumento de avaliação da qualidade do ensino no País. As notas, juntamente com os dados do fluxo escolar, resultam no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Durante todo o ano, as instituições municipais participaram de encontros e formações, dessa maneira, a expectativa é de um resultado positivo para nosso município”, ressaltou a secretária.

A prova também abrange questionários socioeconômicos que permitem identificar o quanto as condições sociais afetam a aprendizagem dos estudantes, bem como, as estratégias das instituições para que o trabalho de recomposição de aprendizagem seja efetivo.

plugins premium WordPress