conecte-se conosco

Educação

Governo divulga datas para pedir isenção de taxa de inscrição no Enem

Resultado dos pedidos serão divulgados em 9 de junho. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Publicado

em

O candidato que quiser pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) neste ano deve se inscrever entre os dias 17 e 28 de maio. As datas foram divulgadas em edital publicado na segunda-feira, 3, no Diário Oficial da União (DOU) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).  

Pela primeira vez, o Inep publicou um edital separado somente para os pedidos de isenção na taxa. As datas para a inscrição no Enem e também os dias de prova da edição 2021 ainda não foram divulgados.

Aqueles que se inscreveram e faltaram à última edição do Enem também poderão justificar a ausência entre os dias 17 e 28 de maio. O procedimento é necessário para solicitar isenção na taxa da próxima edição do exame.

Pelo cronograma divulgado, o resultado dos pedidos de isenção e das justificativas de ausência serão divulgados em 9 de junho. O período de recurso será entre 14 e 16 de junho, e o resultado dos recursos serão divulgados em 25 de junho.

O Inep alerta que mesmo aqueles que tiverem a isenção concedida precisam realizar nova inscrição no Enem, quando estas forem abertas, em data ainda a ser divulgada.

Os critérios para pedir isenção na taxa de inscrição são os seguintes:

– Estar cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública;

– Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;

– Ou declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), desde que informe o seu Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

Nesta edição, 28 alunos tiraram nota máxima na redação

Notas

No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, 28 estudantes tiraram nota máxima na redação, ao fazerem mil pontos na prova. Este foi o pior resultado desde a edição de 2013 do exame.   

No total, foram corrigidos 2.723.583 textos dos participantes do exame, dos quais 87.567 zeraram a prova de redação.

A redação foi a parte da avaliação que teve melhor nota entre todas, com média de 588,74. Dos 28 alunos com nota máxima, 71,4% são mulheres. 

Na edição 2020 do Exame, realizada em 2021 por causa da pandemia do novo Coronavírus, a organização da prova definiu dois temas, “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira” na edição impressa e “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil” na edição digital. Na reaplicação da prova, o assunto escolhido foi “A falta de empatia nas relações sociais no Brasil”.

Este ano, além da versão impressa, ocorreu pela primeira vez a edição digital das provas, mas com baixa adesão. Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), dos 93 mil inscritos no Enem Digital, apenas 31,5% realizaram as provas. O Enem 2020 também contou com provas para adultos privados de liberdade e jovens sob medidas socioeducativas. 

Fonte: Agência Brasil