conecte-se conosco

Economia

“Tarifa Zero” é sancionada pelo prefeito Marcelo Roque em Paranaguá

População não precisará pagar para usar o transporte coletivo a partir dos próximos 90 dias

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Paranaguá/Secom

Na manhã da segunda-feira, 13, o prefeito Marcelo Roque, junto ao vice-prefeito, José Carlos Borba, o “Borba da Transcap”, e vereadores representando a Câmara Municipal, sancionou a lei que institui o programa denominado de “Tarifa Zero” em Paranaguá. O ato ocorreu após aprovação do projeto de Lei no Legislativo. Com a sanção do Executivo, nos próximos 90 dias a população parnanguara não precisará pagar R$ 3,70 para utilizar o transporte coletivo no município. O prefeito destacou a importância da medida, destacando ela como histórica para Paranaguá, ocorrendo em um momento de dificuldades financeiras advindas da pandemia enfrentadas pelos cidadãos. 

“É um dia marcante para nós da Prefeitura e para o Legislativo. O projeto de Lei foi aprovado na semana passada, amplamente debatido na Câmara, e hoje estamos sancionado este projeto com oito emendas, com publicação às 18h e valendo já a partir da terça-feira, 14”, explica, destacando que a nova lei terá 90 dias para ser implementada. “Temos a noventena e nesses 90 dias iremos fazer várias adequações, inclusive, área de transbordo que precisamos fazer no Parque São João e Vila Guarani, para que se tenha mais agilidade e qualidade no transporte público, com mais ônibus e linhas, não adianta você dar tarifa zero e não ter uma contrapartida de um transporte de qualidade para a população”, afirma. 

As áreas de transbordo no Parque São João e Vila Guarani irão funcionar como mini terminais de passageiros. Outro ponto salientado pelo gestor foi de que novos veículos devem chegar, visto que é previsto um aumento de passageiros com a Tarifa Zero em vigência. “Isso nós estamos prevendo juntamente com a nossa equipe técnica, Câmara de Vereadores, até para mostrar a transparência deste projeto. Ficamos muito felizes de estar assinando este projeto junto com os vereadores. Certeza que é um dos mais importantes da nossa gestão”, ressalta, destacando também conquistas da sua gestão como a inauguração do Centro de Oncologia do Erasto Gaertner, a possibilidade da vinda de uma unidade do Hospital Pequeno Príncipe, entre outros. 

“Temos também o alargamento da ponte da Ilha dos Valadares que acabou o projeto e nós vamos mandar ao Governo do Estado, a inauguração e agora sim da UPA de verdade, um investimento de quase R$ 8 milhões, fazendo ela se tornar um aporte III e atendendo toda a população, assim como a contratação de mais profissionais da saúde, com concurso público realizado”, detalha o prefeito, frisando também melhorias na educação, segurança e infraestrutura, bem como a ampla campanha de vacinação contra a Covid-19 em Paranaguá. “Temos mais três anos à frente da prefeitura de muito trabalho”, acrescenta, destacando que “nós vamos trabalhar muito mais para fazer mais no segundo do que no primeiro mandato”, explica.

Cadastro

Segundo o prefeito, o município organizará a questão do cadastro dos cidadãos para a Tarifa Zero. “A prefeitura irá tomar conta deste cadastro, repassando todas as informações para a empresa, que deixará disponível o cartão, que é aquele cartão como se fosse o VIP. Sem o cartão não se entra no ônibus, se não pode virar bagunça”, esclarece. “Estamos prevendo situações para que a gente tenha um transporte de qualidade. Nós vamos descentralizar este serviço, deixando funcionários, estagiários, para que se faça este cadastro nos módulos da Guarda Municipal, na nossa subprefeitura, na Prefeitura, no Terminal Rodoviário, nós vamos descentralizar este cadastro por toda a Paranaguá”, ressalta.

“Iremos organizar também a parte estrutural da verba que vai entrar por parte dos empresários, isso vai subsidiar também e é importantíssimo. Esses três meses serão de muito trabalho”, afirma Marcelo Roque. “Passamos questões aos empresários, há questões que precisamos ver, mas temos esses 90 dias para implantar o projeto, que é inovador”, acrescenta, explicando que o contrato com a empresa de transporte coletivo Viação Rocio é vigente até março de 2023, podendo ser renovado ou não. 

Pandemia e dificuldades financeiras

Nas redes sociais, Roque destacou que a iniciativa é importante para todos os cidadãos de Paranaguá. “Este é um programa inovador em Paranaguá, que visa a dar mais qualidade de vida à população e dignidade. Nos últimos meses, nos deparamos com a dificuldade financeira imposta pela pandemia de Covid-19 na vida das famílias parnanguaras, que por vezes, não tinham condições de pegar um ônibus para tomar a vacina na Estação Ferroviária. É um dos exemplos do que acontece diariamente. Sempre falo que tudo o que entra no cofre da Prefeitura tem que voltar em ações e benfeitorias, e o tarifa zero, é uma prova disso”, explica.

“Nos próximos 90 dias, a gratuidade passará a valer à nossa população que merece um transporte público de qualidade e de graça. Quero parabenizar a Câmara Municipal pelo entendimento da importância deste projeto que vai mudar a vida dos mais de 150 mil moradores de Paranaguá”, ressalta Marcelo Roque. “Em 90 dias, a gratuidade passa a valer, enquanto isso, nossa equipe fará algumas adequações necessárias para que o Tarifa Zero ofereça um transporte de qualidade, com mais ônibus e mais linhas à disposição”, finaliza.

Estiveram presentes na assinatura os vereadores Bruno Miguel, Thiago Kutz, Ezequias Rederd (Maré), Renan Britto, Isabelle Dias, Oseias Bisson, Welington Frandji e Oziel Marques (O Mael).

Com informações da Prefeitura de Paranaguá/Secom