conecte-se conosco

Economia

Comerciantes projetam aumento das vendas na Black Friday

Data já está registrada no calendário dos lojistas locais

Publicado

em

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Muito tradicional em outros países, a Black Friday tem tido adesão dos lojistas brasileiros e também dos consumidores nos últimos anos, que aguardam a tão esperada última sexta-feira do mês de novembro para aproveitar as promoções preparadas para a data. Em Paranaguá, os comerciantes se prepararam para a Black Friday e também vão oferecer descontos em produtos e serviços de vários segmentos.

O horário de funcionamento do comércio em Paranaguá nesta sexta-feira, 26, permanece o mesmo, das 9h às 19h. Somente a partir da segunda semana de dezembro que os horários começam a se estender em função das vendas de Natal.

O empresário e diretor da Câmara do Comércio Varejista da Aciap (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá), Anwar Hamud Hamud, destacou que muitas empresas locais aproveitam o momento da Black Friday para realizar saldões e grandes ofertas. “É uma oportunidade que o lojista local tem para fazer um caixa e fazer o estoque girar para o Natal”, afirmou Anwar.

Embora a Black Friday tenha sido criada pelas grandes redes, os pequenos empresários também se beneficiam com as vendas e todo movimento gerado em torno da data.

“É criada para as grandes redes, para aqueles que trabalham com linha branca e eletrônicos e eletro, mas todo o final de novembro é a oportunidade que o lojista local tem para fazer um caixa, girar o estoque e ter um gás para o Natal e 2022. A Black Friday é uma data que já está registrada no calendário do lojista local pois tem um apelo muito maior que o Natal pela busca de promoções e ofertas”, destacou Anwar.

Alguns setores prometem descontos maiores, no entanto, indiretamente, todos podem ser beneficiados. “O setor que mais tem busca e procura são os eletrônicos, eletros, linha branca, carros e peças de autos, mas a data impulsiona outros setores como confecções, calçados, brinquedos, cosméticos, acessórios, itens para casa e muitos outros indiretamente, pois tem um apelo no varejo na busca por descontos e preços baixos”, analisou Anwar.

Sendo assim, o diretor da Câmara do Comércio Varejista da Aciap convidou os consumidores de Paranaguá para prestigiarem o comércio local. “Vamos aproveitar a oportunidade que a data proporciona e valorizar o comércio local, comprar com lojistas locais irá beneficiar direta e indiretamente a economia dos trabalhadores locais, temos oportunidade de fortalecer e unir o comércio e o consumidor local e garantir uma economia cíclica, na qual o dinheiro circula somente aqui na cidade e ainda participar da campanha de Natal da Aciap que já está nas ruas”, ressaltou Anwar.

Compras natalinas

Uma sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) revela que 36,7% dos paranaenses veem vantagem na Black Friday, sendo que no ano passado 44% dos consumidores acreditavam nos benefícios da data. Uma parcela considerável, de 42,5%, não considera a campanha vantajosa para as compras.

A Black Friday dá início ao movimento de compras de Natal – daí a grande expectativa por parte dos comerciantes. Segundo a sondagem, 13,6% dos entrevistados afirmam que antecipam as compras natalinas nesta data.

De acordo com projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a Black Friday de 2021 deverá movimentar R$ 3,93 bilhões no País e R$ 269,93 milhões no Paraná, a quarta maior movimentação financeira do País, atrás apenas de São Paulo (R$ 1.360,17 milhões), Minas Gerais (R$ 377,01 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 357,02 milhões).

Pesquisa de preços

Os consumidores estão de olho se os descontos são reais e 81,6% fazem pesquisa de preços. A maioria, 35,2%, pesquisa valores uma semana antes; 27,2% ficam monitorando os preços dos produtos desejados um mês antes e há ainda 19,2% que começam a fazer suas pesquisas mais de um mês antes. Apenas 18,4% não fazem pesquisa de preço antecipada.

Diante da expectativa de conseguir o produto desejado a um bom preço, 56,8% dos paranaenses esperam a Black Friday para comprar.

Tipos de produtos

Os itens mais procurados na Black Friday são eletrônicos, com 68% das menções. Como geralmente o consumidor compra mais de um tipo de produto, a pergunta feita pela sondagem permitia múltipla escolha. Outros artigos bastante mencionados foram os eletrodomésticos, vestuário e calçados e viagens e turismo. Em menor proporção também foram citados serviços, cursos, assinaturas digitais, alimentos e bebidas, livros e afins e perfumes e cosméticos.

Valor médio das compras

Grande parte dos paranaenses, 40,8%, planeja gastar entre R$ 201,00 e R$ 500,00. Outros 20% intencionam gastar até R$ 200,00. Uma parcela de 18,4% intenciona gastar entre R$ 501,00 e R$ 1.000,00; 12% estabeleceram a faixa de gastos entre R$ 1.001,00 e R$ 2.000,00 e 8,8% estão dispostos a despender mais de R$ 2.000,00.

Com informações da Fecomércio PR