Connect with us

Economia

Black Friday e Natal prometem movimentar comércio local

Datas são aguardadas pelos comerciantes para retomada da economia (Foto: Pixabay)

Publicado

em

comércio local

A Black Friday, realizada no dia 27 de novembro, e o Natal prometem movimentar o comércio local em Paranaguá. As datas já são aguardadas para impulsionar as vendas e, neste ano, podem representar uma retomada da economia para os lojistas em função dos impactos causados pela pandemia. 

O diretor da Câmara do Comércio Varejista da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), Anwar Hamud Hamud, contou como tem acontecido essa preparação para atender os consumidores nos próximos meses.

“Tanto a Black Friday quanto o Natal são datas aguardadas pelo comerciante, que se prepara já tradicionalmente. Como neste ano estamos atravessando a pandemia, essa crise econômica, apesar de algumas indústrias ainda estarem com falta de matéria-prima para entregar os produtos para o comércio, estamos otimistas com relação a essas vendas”, disse Anwar.

Contratações temporárias

“Este fim de ano promete ser mais representativo e com mais expectativa em relação aos anos anteriores”, afirmou o diretor da Câmara do Comércio Varejista da Aciap, Anwar Hamud Hamud

A época também é favorável para a contratação de trabalhadores temporários no comércio. “As contratações geralmente acontecem em novembro, mas devido a esse cenário, o comércio está contratando antecipadamente, já com foco nas vendas de Natal. O número de contratados não deve ser muito maior que no ano passado, mas é uma questão que se deve analisar. Com certeza, haverá abertura de postos de trabalho nessas datas e será uma boa oportunidade, um bom momento para o trabalhador de Paranaguá mostrar serviço”, destacou Anwar.

Uso da tecnologia

Segundo o diretor da Câmara do Comércio Varejista, neste ano, as datas comemorativas se tornaram mais relevantes e ganham ainda mais força com o uso da tecnologia. “A presença digital do comércio de Paranaguá ganhou força. O atendimento via WhatsApp teve ainda mais importância, de realizar esse atendimento personalizado digital e entregas em domicílio. Todos esses serviços continuam e serão necessários aos consumidores”, pontuou Anwar.

Setores em crescimento

Alguns setores e segmentos têm a preferência dos consumidores no fim do ano. “Eu acredito que haverá um crescimento no setor de brinquedos e presentes. Mas também temos que ver de forma ampliada, que seria incluir os segmentos de autopeças, móveis, eletrodomésticos. Eletrônicos e móveis, geralmente, são segmentos que se destacam bastante nesta época. Vimos durante a pandemia, por exemplo, que os mercados e supermercados foram os que mais tiveram crescimento”, mencionou Anwar.

Para ele, os impactos causados nos últimos meses mostraram que é preciso valorizar o comércio local e que, de maneira geral, a expectativa para as vendas de fim de ano é positiva. “São nestes momentos que a gente precisa se unir, valorizar o nosso comércio. Estamos preparados para as vendas, apoiando o trabalhador local. Este fim de ano promete ser mais representativo e com mais expectativa em relação aos anos anteriores. Esperamos atravessar esse momento com muita calma e promover uma retomada da economia, estamos trabalhando para isso”, finalizou Anwar.