conecte-se conosco

Coronavírus

Intensidade de sintomas típicos da gripe pode significar diagnóstico da Covid-19

Em qualquer quadro viral orientação é realizar distanciamento e uso de máscara

Publicado

em

A chegada do inverno e a baixa adesão de parte da população à vacinação contra a Influenza fazem com que a gripe tenha uma ocorrência mais intensa neste período. O médico Jhonatan Aredes, atuante na linha de frente na saúde pública de Paranaguá, destaca que há semelhança nos sintomas do quadro gripal e da Covid-19, fazendo com que o paciente precise realizar neste caso o uso de máscara, distanciamento e higienização. A intensidade dos sintomas de qualquer quadro viral exige que a pessoa esteja atenta e procure atendimento médico, pois isto pode significar um quadro positivo do Coronavírus.

Segundo o profissional da saúde, na atual conjuntura da pandemia, a pessoa que estiver com sintomas de gripe ou síndromes respiratórias deve se preocupar com relação à Covid-19. “Devemos lembrar que os sintomas iniciais da Covid-19 são muito semelhantes aos quadros gripais que conhecemos. Coriza, dor de cabeça, tosse e espirros são sintomas facilmente confundíveis. Portanto, na possibilidade de um quadro viral, orienta-se os cuidados de higienização e distanciamento com máscaras e buscar atendimento se houver piora dos sintomas, como falta de ar, perda do olfato ou paladar, por exemplo”, informa.

O médico esclarece que, apesar da semelhança, as diferenças entre a gripe e o Coronavírus possuem relação com a intensidade do quadro sintomático. “Geralmente a intensidade dos sintomas e o tempo de duração dos quadros gripais são menores com o tempo e o uso de medicamentos sintomáticos. Não é uma regra, já que existem casos de Covid-19 assintomáticos. Mas na vigência da piora dos sintomas, principalmente da falta de ar, devemos sim suspeitar de Covid-19”, explica.

“Muito comum pela facilidade de se confundir com os sintomas iniciais dessas doenças. A orientação é que quando se notar alteração na intensidade dos sintomas, seja procurado o atendimento médico para que seja feito um exame físico mais apurado para esse diagnóstico. Sintomas que persistam por mais de 4 dias mesmo durante o uso de antitérmicos ou analgésicos também devem ser avaliados na unidade de referência da cidade”, destaca Jhonatan Aredes.

Vacinação

“A orientação é que quando se notar alteração na intensidade dos sintomas, seja procurado o atendimento médico para ser feito exame físico mais apurado para esse diagnóstico”, afirma o médico Jhonatan Aredes (Foto: Divulgação/Prefeitura de Paranaguá)

Aredes afirma que é importante os cidadãos aderirem à campanha da vacinação contra a gripe, algo que colabora para o diagnóstico mais apurado da Covid-19. “Quando a população vacina-se contra a gripe, na possibilidade de um quadro viral, é mais fácil descartar a infecção pelo vírus da Influenza (vírus da gripe), o que leva a um caminho mais prático para o diagnóstico de outras doenças respiratórias, como a próprio Covid-19”, informa.

Outro ponto é também a adesão à imunização contra o Coronavírus. “Quanto mais pessoas vacinadas, menor será o número de pessoas transmitindo ou se infectando com o vírus. Atentem-se às duas doses das vacinas que necessitem da segunda dose para que a imunização seja suficientemente eficiente. E lembramos para manter o distanciamento e uso de máscaras mesmo após a vacinação, até que as autoridades sanitárias julguem seguro. Por enquanto, as medidas preventivas são as que mais protegem do vírus”, finaliza o médico Jhonatan Aredes. 

Foto: Arquivo/EBC