Connect with us

Coronavírus

Entenda a ordem dos grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19

Fase atual é de aplicação da primeira dose do imunizante em idosos acima de 90 anos e acamados (Foto: Prefeitura de Paranaguá/Secom)

Publicado

em

Plano Nacional de Vacinação do Governo Federal define sequência de quem deve ser imunizado

O início da vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil ocorreu em 19 de janeiro. Desde então, há dúvidas por parte da população quanto à ordem de imunização dos grupos prioritários. Esta sequência de vacinados segue estritamente o que é definido pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19, elaborado pelo Ministério da Saúde (MS), que possui base em princípios da Organização Mundial da Saúde (OMS) e feita em acordo com entidades como o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), levando em conta a necessidade de imunizar de forma mais rápida pessoas com mais risco de morte e internamento devido ao Coronavírus, bem como cidadãos mais expostos ao contágio da doença. 

“O Ministério da Saúde optou por priorizar a vacinação de determinados grupos para garantir o funcionamento dos serviços de saúde, a proteção dos cidadãos com maior risco para Coronavírus, além da preservação do funcionamento dos serviços essenciais. Para isso, foi definida uma lista de grupos prioritários, os quais somam mais de 77,2 milhões de brasileiros”, explica o Ministério da Saúde.

Em janeiro, os primeiros vacinados foram os trabalhadores da saúde, assim como povos indígenas aldeados, idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, assim como colaboradores destas instituições. Nesta semana, por exemplo, seguindo ao que determina o plano, Paranaguá iniciou a imunização de pessoas acamadas e idosos acima de 90 anos, vacinando, respectivamente, idosos com idade menor a esta faixa etária, algo que depende respectivamente da vinda de mais vacinas ao Brasil.

De acordo com o MS, a recomendação é que os gestores de saúde sigam a ordem estipulada pelo Plano de Vacinação, de acordo com as orientações do Programa Nacional de Imunizações (PNI). “Com a lógica tripartite do Sistema Único de Saúde (SUS), Estados e municípios têm autonomia para montar seu próprio esquema de vacinação e dar vazão à fila, de acordo com as características de sua população, demandas específicas de cada região e doses disponibilizadas”, detalha. “A pasta trabalha para que, de maneira escalonada, a vacinação contra a Covid-19 seja ofertada para toda a população brasileira de forma ágil, segura e simultânea”, completa o MS.

O Plano Nacional pode ser acessado na íntegra no link: https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2020/dezembro/16/plano_vacinacao_versao_eletronica-1.pdf .

O avanço da vacinação contra o Coronavírus para cada grupo prioritário depende da quantidade de vacina importada ou fabricada no Brasil. Segundo balanço divulgado pelo Governo Federal, até a última quarta-feira, 4.321.678 pessoas haviam sido imunizadas com a primeira dose das vacinas Coronavac ou AstraZeneca no Brasil.

Confira abaixo os grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19 (em negrito os grupos que já iniciaram a imunização): 

– Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas 

– Pessoas com deficiência institucionalizadas 

– Povos indígenas aldeados

– Trabalhadores da saúde 

– Pessoas acima de 90 anos

– Acamados acima de 18 anos

– Pessoas de 80 anos

– Pessoas de 75 a 79 anos

– Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas

– Povos e comunidades tradicionais quilombolas 

– Pessoas de 70 a 74 anos

– Pessoas de 65 a 69 anos 

– Pessoas de 60 a 64 anos 

– Comorbidades 

– Pessoas com deficiência permanente grave

– Cidadãos em situação de rua

– População privada de liberdade

– Funcionário do Sistema de Privação de Liberdade 

– Trabalhadores de Educação do Ensino Básico 

– Trabalhadores de Educação do Ensino Superior 

– Forças de Segurança e Salvamento 

– Forças Armadas 

– Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros 

– Trabalhadores de Transporte Metroviário e Ferroviário 

– Trabalhadores de Transporte Aéreo 

– Trabalhadores de Transporte de Aquaviário 

– Caminhoneiros 

– Trabalhadores Portuários 

– Trabalhadores Industriais 

– Após os grupos prioritários, população em geral.

Com informações do Ministério da Saúde

Leia também: Hospital Regional do Litoral registra mais dois óbitos pela Covid-19

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.