conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Paraná confirma a primeira morte pela Dengue em sete meses

Litoral tem 26 casos sendo investigados pela doença

Publicado

em

Foto: mrfiza / Shutterstock

Desde o mês de fevereiro, 28 municípios têm confirmado casos de forma contínua

Na terça-feira, 15, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou o Informe Epidemiológico n.º 29/2021-2022 sobre a situação da dengue em todo o Paraná. Segundo os dados técnicos, neste boletim o litoral paranaense não contabilizou novos casos de Dengue, doença causada pelo mosquito Aedes aegypti. A análise abrange o período entre o dia 9 a 15 de março.

Desde o início do ciclo foram confirmados 2.811 casos e nenhuma morte por Dengue no Paraná.

Os dados são do 29.º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1.º de agosto de 2021 e deve seguir até julho de 2022.

Litoral 

No informe divulgado pela Sesa, os municípios de Guaraqueçaba e Morretes não registraram casos confirmados da doença causada pelo mosquito Aedes aegypti, desde agosto de 2021. Ao todo, o litoral contabiliza 15 casos, sendo quatro infectados em Pontal do Paraná, quatro casos confirmados em Paranaguá, três registrados em Guaratuba, dois em Matinhos e dois em Antonina.

Segundo o documento emitido nesta semana, nenhum óbito foi registrado nos municípios da região litorânea.

O litoral do Paraná tem 26 casos em investigação da doença, sendo: Pontal do Paraná (13); Paranaguá (12) e Antonina (1).

O Informe Epidemiológico n.º 29/2021-2022 da Secretaria de Estado da Saúde indica que no litoral não há confirmações de febre Chikungunya e de Zika Vírus.

1.º óbito em sete meses

O boletim semanal da dengue publicado na terça-feira, 15, pela Secretaria de Estado da Saúde confirma o primeiro óbito do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022. Trata-se de um paciente do sexo masculino, com 58 anos de idade, com comorbidade e residente no município de Nova Esperança, de abrangência da 15ª Regional de Saúde de Maringá.

Paraná

Os dados do 29.º Informe Epidemiológico apresentam 27.887 casos notificados da doença, com 2.811 casos confirmados, que correspondem a 10% do total. Existem ainda 4.970 em investigação (18%).

Em relação ao informe anterior, houve um aumento de 15% das notificações e de 64% de casos confirmados. Desde o mês de fevereiro, 28 municípios têm confirmado casos de forma contínua.

Entre eles estão: Ampére, Arapongas, Cafelândia, Cascavel, Catanduvas, Cianorte, Cornélio Procópio, Cruzeiro do Oeste, Dois Vizinhos, Esperança Nova, Francisco Beltrão, Iracema do Oeste, Japurá, Lobato, Londrina, Maringá, Marmeleiro, Marumbi, Matelândia, Medianeira, Nova Esperança, Nova Santa Rosa, Pérola, Pinhal de São Bento, Realeza, Salto do Lontra, São Jorge do Ivaí e Umuarama.

“A atenção está voltada para a Covid-19, mas não podemos esquecer das outras doenças, principalmente quando falamos de Dengue. Infelizmente, ocorreu o primeiro óbito pela doença e por isso devemos redobrar os cuidados”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Com informações da Sesa