conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Hospital Erasto Gaertner registrou queda de 15% no número de novos pacientes

Descoberta precoce aumenta chances de sucesso no tratamento de câncer

Publicado

em

A notícia que parece ser animadora no primeiro momento, devido a queda no registro de novos casos de câncer pelo Hospital Erasto Gaertner, pode revelar, na verdade, uma preocupação. Com 15% a menos de novos pacientes oncológicos, o local que é referência na região, alerta que a descoberta precoce dos vários tipos de câncer é um fator importante para a recuperação.

A pandemia pode ter colaborado para esse índice,  já que muitas pessoas deixaram de procurar atendimento médico e exames, ao ter alguma suspeita, como forma de prevenção a Covid-19.

A diretora operacional do Hospital Erasto Gaertner, Janaína Ibrahim, explicou que desde o início da pandemia se observa essa diminuição. “Os atendimentos oncológicos estão sendo realizados de forma integral e sem interrupções, porém percebemos uma queda nos números de atendimentos (15%) de casos novos, o que preocupa, pois esses pacientes podem chegar tardiamente para o início do tratamento. Em oncologia, quanto mais precoce, maiores os índices de sucesso no tratamento”, destacou Janaina.

Ela também deixou um alerta para aqueles pacientes que já estão em tratamento.

“Reforçamos aos nossos pacientes a importância de cada fase do tratamento, destacando que a interrupção, mesmo que temporária, pode afetar diretamente o resultado a ser alcançado”, disse Janaína. 

Unidade em Paranaguá 

Unidade em Paranaguá já realizou 936 infusões de quimioterapia neste ano

Paranaguá possui uma unidade descentralizada do Hospital Erasto Gaertner, inaugurada em 2019, que tem auxiliado muitos pacientes que não precisam mais se deslocar com tanta frequência para Curitiba. Neste ano, até o dia 30 de julho de 2021, a unidade realizou 936 infusões de quimioterapia, evitando que os pacientes que residem na cidade se desloquem para a capital.

A diretora operacional do Hospital contou qual a projeção para a unidade. “Temos o objetivo de avançarmos com ações voltadas à prevenção e diagnóstico precoce assim que a situação da pandemia permitir”, disse.

Além disso, também há outros projetos que podem melhorar ainda mais os atendimentos no município. “A implantação de um ambulatório de cuidados paliativos também é um projeto que está previsto para 2021 e irá contribuir para expansão dos atendimentos locais, trazendo mais conforto para as famílias atendidas na unidade”, revelou a diretora Janaína. 

Histórico 

A Prefeitura de Paranaguá investiu R$ 500 mil na adequação do prédio, além de um milhão na aquisição de equipamentos e o custeio de 2,5 milhões ao ano, sendo R$ 200 mil mensais em insumos e pessoal.

A unidade recebeu o nome de Marcos Vinícius dos Santos Costa, homenagem ao jovem parnanguara que faleceu vítima de aplasia medular. O espaço também conta com homenagens a Yossef dos Santos, Edna Maria Garcia Domingues, Máximo Ramos dos Santos e Fátima Emídio da Silva.

Foto de capa: Marcelo Andrade

Continuar lendo
Publicidade