Connect with us

Ciência e Saúde

Guaratuba e Paranaguá confirmam casos de Dengue

Litoral tem 15 casos sendo investigados pela doença

Publicado

em

Na terça-feira, 14, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou o Informe Epidemiológico n.º 04/2021-2022 sobre a situação da dengue em todo o Paraná. Segundo os dados técnicos, o litoral paranaense contabilizou os primeiros casos de dengue, doença causada pelo mosquito Aedes aegypti, neste novo período de monitoramento que teve início em 1.º de agosto de 2021.

Guaratuba e Paranaguá confirmam um novo caso em cada município em decorrência da Dengue. Segundo o documento, nenhum óbito foi registrado na região litorânea.

“Com a proximidade de uma nova estação, mais quente e chuvosa, os cuidados devem ser redobrados. Não podemos deixar de nos preocupar com essa doença e mantê-la longe de nossas casas. O cuidado e ajuda de cada um são fundamentais para travarmos essa luta”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

De acordo com o boletim semanal da dengue divulgado pela Sesa, 50 novos casos foram registrados no Paraná. Os dados são do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1.º de agosto e deve seguir até julho de 2022.

O litoral do Paraná tem 15 casos em investigação da doença, sendo Paranaguá (7); Pontal do Paraná (5); Antonina (2) e Guaratuba (1).

O documento registra o total de 50 casos da doença no Paraná, sendo confirmados em: Foz do Iguaçu (21), Medianeira (6), Maringá (5), Londrina (2), Cambé (2), Assaí (2), Umuarama (2), Pérola (2), Uraí (1), Jataizinho (1), Paiçandu (1), Nova Esperança (1), São Jorge do Patrocínio (1), Cafelândia (1), Paranaguá (1) e Guaratuba (1).

“Há ainda, 1.374 casos em investigação no Paraná e nenhum óbito neste período. Até agora são 77 casos confirmados da doença. Em duas semanas, 169 municípios registraram notificações de dengue, que passaram de 1.410 para 2.652 um aumento de 88,09%”, informou a Sesa.

O Informe Epidemiológico n.º 04/2021-2022 da Secretaria de Estado da Saúde indica que no litoral não há confirmações de febre Chikungunya e de Zika Vírus.

Histórico

A Sesa monitora os dados da dengue desde 1991. O ano de 2007 marcou a primeira grande epidemia de dengue no Paraná. Foram mais de 50 mil notificados, cerca de 26 mil casos confirmados e sete pessoas morreram. A série histórica da doença aponta que o penúltimo período, de 2019-2020, foi o de maior registro de casos, finalizado com 227.724 confirmações e 177 óbitos.

No dia 3 de agosto o informe da dengue número 43, que encerrou o período epidemiológico 2020-2021, totalizou 27.889 casos confirmados e 32 óbitos no Paraná. Os dados foram contabilizados desde o dia 1.º de agosto do ano passado.

Com informações da Sesa

Foto: Muhammad Mahdi Karim / Wikimedia Commons

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.