conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Após sete meses, Antonina confirma novo caso de Dengue

Região contabiliza 30 pacientes investigados pela doença

Publicado

em

Foto: Divulgação / Pixabay

 Desde agosto de 2021, os municípios de Guaraqueçaba e Morretes não registram casos da doença

Na quarta-feira, 2, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou o Informe Epidemiológico n.º 27/2021-2022 sobre a situação da dengue em todo o Paraná. Segundo os dados técnicos, neste boletim o litoral paranaense contabilizou um novo caso de Dengue, doença causada pelo mosquito Aedes aegypti. A análise abrange o período entre o dia 23 de fevereiro ao dia 2 de março.

Os dados são do 27.º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1.º de agosto de 2021 e deve seguir até julho de 2022.

Desde o início do ciclo foram confirmados 1.407 casos e nenhuma morte por Dengue no Paraná.

“É importante destacar que em 79% dos casos confirmados, o local provável de infecção foi o próprio município de residência do paciente, demonstrando a importância da colaboração dos moradores para eliminar os criadouros em seus domicílios”, informou a Sesa.

Litoral 

No informe divulgado pela Sesa, a cidade de Antonina confirmou um novo caso em decorrência da Dengue após sete meses do período de monitoramento. Ao todo, o litoral contabiliza 14 casos, sendo quatro infectados em Pontal do Paraná, quatro casos confirmados em Paranaguá, três registrados em Guaratuba, dois em Matinhos e um em Antonina.

Segundo o documento emitido nesta semana, nenhum óbito foi registrado nos municípios da região litorânea.

Desde agosto de 2021, os municípios de Guaraqueçaba e Morretes não registram casos da doença causada pelo mosquito Aedes aegypti.

O litoral do Paraná tem 30 casos em investigação da doença, sendo: Paranaguá (22); Antonina (3); Guaratuba (2); Pontal do Paraná (2) e Guaraqueçaba (1).

O Informe Epidemiológico n.º 27/2021-2022 da Secretaria de Estado da Saúde indica que no litoral não há confirmações de febre Chikungunya e de Zika Vírus.

Paraná

De acordo com o boletim semanal da Dengue divulgado pela Sesa, 297 novos casos foram registrados no Paraná, totalizando 1.407 infectados. Os dados são do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1.º de agosto de 2021 e deve seguir até julho de 2022. “A Secretaria de Estado da Saúde registra 22.682 casos suspeitos no Paraná”, informou a Sesa.

Até o momento, 331 municípios registraram notificações de dengue, destes 165 confirmaram a doença, sendo que 125 municípios registraram autoctonia, ou seja, a dengue foi contraída no município de residência. Há ainda, 3.423 casos em investigação e nenhum registro de óbito neste período.

 “Eliminar pontos que acumulam água parada nos quintais e interior das residências é uma forma de prevenir que pessoas adoeçam. Salientamos que onde tem água parada pode ter dengue”, alertou a coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte.

Com informações da Sesa