Connect with us

Cidadania

Semana da Pátria terá formato diferenciado

Comemorações serão minimizadas devido à pandemia

Publicado

em

De 1.º a 7 de setembro, acontece a Semana da Pátria. O momento sugere uma reflexão em torno da data. Neste ano, a Semana da Pátria vai ser diferente, em virtude da pandemia da Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde publicou a Resolução n.º 978/2020 com recomendação de medidas restritivas nas celebrações da Semana da Pátria em todo o Estado, para evitar aglomerações. A publicação recomenda que a população e autoridades se abstenham de realizar ou participar de qualquer evento alusivo à Semana da Pátria. 

Os atos simbólicos contarão somente com a presença dos convidados que irão hastear as bandeiras sem a presença de público.

Momento de reflexão

A professora e historiadora Priscila Onório Figueira ressalta que a Semana da Pátria é um período para relembrar os eventos que encandeiam e culminam com a declaração da Independência do Brasil, comemorada nacionalmente no dia 7 de setembro. “Eu, particularmente, enquanto professora e historiadora, lembro que trabalhava o tema junto com meus alunos, partindo inicialmente da reflexão e do significado da palavra independência para, logo em seguida, problematizar, que após a declaração da independência, em 1822, o Brasil precisou ser reconhecido por outras nações como independente, processo que envolveu muita negociação”, explica a historiadora.

Priscila acredita que a História do Brasil deve ser estudada em todos os seus aspectos

Orgulho da pátria

O pesquisador Almir Silvério, ressalta que a Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro I, no dia 7 de setembro de 1822, é uma das datas cívicas mais importantes da História, sendo lembrada e comemorada por todos os brasileiros. “Há 198 anos, marcou o fim do domínio português e a conquista da autonomia do Brasil. Muitas tentativas ocorreram e, inclusive, pessoas morreram na luta por este ideal”, enfatiza.


Pesquisador Almir Silvério ressalta que, há 198 anos, houve o marco do fim do domínio português e a conquista da autonomia do Brasil

Silvério destaca, ainda, que o desfile cívico do dia 7 de setembro, tradicionalmente realizado por escolares, militares e outras instituições, serve justamente para simbolizar esta autonomia conquistada e a determinação do povo brasileiro, característica inerente dessa população. “Este ano, prejudicada pela necessidade dos cuidados básicos com a pandemia, provavelmente, as comemorações serão minimizadas, mas não diminui o nosso orgulho pela pátria”, finaliza.