Connect with us

Cidadania

Projeto Família Acolhedora comemora 2 anos

Atualmente, são seis famílias cadastradas e quatro em fase de habilitação

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Assistência Social comemora, no dia 15 de maio, dois anos de implantação do Projeto Família Acolhedora em Paranaguá.

O projeto consiste na adesão de famílias para realizar o acolhimento familiar de crianças que vivem nas casas-lares mantidas pela prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas). A iniciativa se propõe a realizar ações para efetivação da política de proteção às crianças e adolescentes em situação de abandono.

Partindo do princípio da importância da preservação do vínculo familiar, o projeto visa ao acolhimento destas crianças e adolescentes por uma Família Acolhedora com o principal objetivo de promover o retorno ao convívio familiar.

O que a Secretaria Municipal de Assistência Social pretende com o projeto Família Acolhedora é promover a guarda familiar temporária de crianças e adolescentes que são afastados de suas famílias, com prognóstico de retorno, priorizando ações para a reinserção à família de origem.

Atualmente, são seis crianças atendidas em ‘Família Acolhedora’ e há mais quatro famílias em processo de habilitação. “Podemos afirmar que os desafios para a família que se dispõe a acolher são inúmeros, mas de forma sistemática avançamos na qualidade do serviço prestado propiciando às crianças e adolescentes o atendimento de suas necessidades individuais de uma forma particularizada, procurando minimizar os prejuízos físicos e emocionais ocasionados pelo afastamento temporário de sua família de origem”, disse a secretária Municipal de Assistência Social, Gisele Cristina da Silva.

A família que desejar conhecer o Programa Família Acolhedora poderá ligar nos telefones: (41) 3422-4634/ (41) 3422-6465 e (41) 3420-2897 e falar com a equipe técnica.

“É importante lembrar que no dia 25 de maio de 2018 foi sancionada a Lei n.º 3754 que dispõe sobre o Serviço de Acolhimento Familiar Provisório de Crianças e Adolescentes em situação de privação temporária do convívio com a família de origem, denominado Serviço Família Acolhedora, constituindo para todos nós, da Semas, uma grande conquista, uma vez que somos o único município do litoral que trabalha nessa modalidade de acolhimento”, lembra a secretária da pasta.

A equipe que acompanha o projeto conta com a participação de equipe multissetorial, a coordenadora de vigilância sócio assistencial, Jucelma de Lima Silva e a coordenadora do programa, Letticia Correia.

Fonte: Prefeitura de Paranaguá