conecte-se conosco

Direito & Justiça

Juíza Eleitoral de Paranaguá convida jovens para tirar título de eleitor

Dia 9 de maio é o prazo final para alistamento e para atualização dos dados no Tribunal Regional Eleitoral

Publicado

em

Os jovens de 16 a 18 anos que ainda não têm o título de eleitor e querem votar nas próximas eleições podem comparecer até o dia 9 de maio ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os cidadãos que têm 15 anos e vão completar 16 até o dia 7 de outubro, dia das eleições, também podem fazer o alistamento e exercer pela primeira vez o seu voto.

Em outubro, a população brasileira irá eleger o novo presidente da República, assim como deputados federais e estaduais ou distritais, governadores e dois terços do Senado Federal.

A data de 9 de maio também é o prazo para quem ainda não fez o recadastramento biométrico. Segundo dados do TRE-PR desta semana, 88,5% do eleitorado do Estado já realizou a revisão. A expectativa é chegar a 90% do eleitorado revisado. O projeto de identificação biométrica tem como objetivo fornecer mais segurança às eleições, garantindo que o eleitor que se apresenta para votar seja, de fato, a pessoa que realizou o alistamento.

Atendimento no TRE em Paranaguá funciona de segunda à sexta-feira, das 12h às 19h

 

A juíza eleitoral de Paranaguá, Pâmela Dalle Grave Flores, fez um convite para que os jovens participem desse momento importante da democracia. “Os adolescentes de 16 a 18 anos podem vir ao TRE, se alistar, sair com o título de eleitor e estarem aptos a participar das próximas eleições. É muito importante para a democracia que o público jovem participe porque essa é uma das eleições mais importantes desde a nossa Constituição de 1988. Estamos vivendo uma época de crise e também em que as pessoas estão muito fervorosas e brigando pelas questões políticas, não está havendo muito diálogo. Porém o momento ideal e o momento certo para que o eleitor tenha um ponto decisivo na eleição é no dia da votação”, afirmou Pâmela.

Além disso, o eleitor pode atualizar seus dados cadastrais ou o seu local de votação, por exemplo, até o mesmo prazo. “O eleitor tem um grande poder nas mãos e, para isso, ele tem que fazer o alistamento, a revisão, verificar se mudou de endereço, se houve alteração no nome etc.”, ressaltou a juíza.

O título de eleitor é imprescindível para os jovens que querem participar ativamente da política. “As manifestações são excelentes e as pessoas têm que poder participar da democracia, porém é no voto que o eleitor tem o poder de decidir sobre seus representantes. O voto é a melhor maneira de participar da política”, ressaltou a juíza.

No exercício do voto, a juíza lembrou que todos devem estar atentos aos seus candidatos e avaliar aqueles que correspondem ao que o eleitor espera do País.“Hoje, nós temos muitos candidatos com condenação, que já têm um histórico conhecido pelos eleitores. Por isso, cada eleitor tem o poder de escolher o que ele quer para o País, não vote naquele que o vizinho ou amigo indicou, não vote porque recebeu algum tipo de vantagem como combustível, vote consciente sobre o futuro que você quer para o seu País, isso está nas mãos da população”, reiterou Pâmela.

DOCUMENTOS

Para tirar a primeira via do título de eleitor, os jovens precisam levar até o cartório eleitoral de Paranaguá, localizado na Rua Odilon Mader, 994, no bairro Jardim Alvorada, um documento de identificação original com foto e comprovante de residência atual (pode ser no nome dos pais).

 

Continuar lendo
Publicidade