Connect with us

Cultura

Projeto “Físico, Verbal e Emocional” mostra a força da mulher em espetáculo

Paranaguá recebe apresentação da Brainstorm Dance Company no dia 18 de março

Publicado

em

O Espetáculo “Físico, Verbal e Emocional” será apresentado pela primeira vez em Paranaguá, no dia 18 de março, quarta-feira às 19h30 no auditório do IFPR. A peça é da Brainstorm Dance Company com direção de Juliana Kis.

O espetáculo traz consigo uma riqueza artística explorando as influências das danças urbanas trazidas por bailarinas, mulheres, que dividem o palco nesta linda e surpreendente mistura. Transitando entre os estilos dancehall, krumping, house, hip hop e dança contemporânea; esses corpos comunicam e prometem emocionar a plateia.

O projeto é realizado com o apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à cultura/Profice desenvolvido para descentralizar a cultura proporcionando uma pluralidade de trocas de experiências entre os artistas e o público. Com mais de 10 anos de estrada, a companhia curitibana traz um olhar mais contemporâneo para este espetáculo, em um ambiente que procura ressignificar situações cotidianas e fortalecer as mulheres em situação de vulnerabilidade.

“Queremos mostrar que juntas somos mais fortes e que é possível construir um mundo com mais empatia e diálogo”, explica Juliana, que estará no palco ao lado de bailarinas com experiência nacional e internacional.

Tendo como patrocinador máster a Copel, “Físico, Verbal e Emocional” ilustra como a união e o empoderamento feminino têm um papel essencial na conquista por esse espaço e por mais vozes que amplifiquem esse debate. Para a coreógrafa e idealizadora do projeto, Juliana Kis, mais que uma apresentação cultural, o projeto é um manifesto em prol do respeito e do empoderamento feminino.

“Na luta pela consciência coletiva e equidade de gênero, o respeito, a integridade física e mental das mulheres são pilares fundamentais para esta mudança. Estamos em um momento crucial para criar formas propulsoras que deem suporte a essa nova percepção com o objetivo de conscientizar e possibilitar uma sociedade igualitária”, analisa.

O espetáculo estará circulando, durante o mês de março, por 10 cidades do Estado do Paraná, as quais apresentam altos índices de violência contra a mulher. A entrada é gratuita.

 

Continuar lendo