Connect with us

Valmir Gomes

O jogo secreto

Minha gente, assisti no Fantástico domingo à noite a uma matéria sobre um jogo de futebol em plena pandemia.

Publicado

em

Minha gente, assisti no Fantástico domingo à noite a uma matéria sobre um jogo de futebol em plena pandemia. Andraus X Serrano (PB) teria sido realizado no dia 25 de março, com 10 milhões de apostas num site de apostas esportivas. Acontece que não se tem registros deste jogo, a própria Federação Paranaense de Futebol, por intermédio do seu presidente se mostrou surpresa com o fato. Mais uma vez o Andraus é pivô de escândalo no futebol, com a palavra o dono do time e presidente Nadim Andraus. Lembro, num passado recente, várias matérias envolvendo o referido clube paranaense em acusações de resultados de jogos. Com certeza teremos novidades sobre o jogo secreto do Andraus em tempos de pandemia. Gol contra.

PROFESSOR MIRANDA DE MORRETES

Gosto muito de Morretes, uma cidade que me encanta por sua tranquilidade, beleza natural, clima e um povo hospitaleiro. Hoje um dos meus queridos amigos desta cidade está completando 82 anos, trata-se do professor José Carlos de Miranda, um grande desportista, torcedor do Paraná Clube, time do qual foi inclusive presidente em uma época de sucesso no futebol e no patrimônio. Daqui meus parabéns ao aniversariante, muita saúde e vida longa. Depois da pandemia vamos festejar como de costume.

PROFESSORA VIVIANE DE CURITIBA

Domingo, com os cuidados necessários, fui almoçar na casa do meu filho Robson com os netos e nora. Entre o preparativo do churrasco e seus complementos, corria solta uma boa conversa sobre o momento que estamos vivendo. Algumas críticas e certos exageros tomaram conta do nosso papo. Foi quando a professora Viviane Quaresma Gomes, querida nora, soltou uma frase. “Para qualquer autoridade tomar uma atitude, uma nova ordem, tem que levar em consideração, nossa cultura, nosso clima e nossa situação econômica”. Foi adiante a Viviane. “Nem tudo que é possível na Alemanha ou Japão é exequível no Brasil”. Entre um gole e outro, lhe dei total razão.

REINVENTAR

Fui jovem na década de 60, uma fase de ouro da arte no Brasil e no mundo. Pelé, Beatles, Kennedy, Bossa Nova, Rock, Futebol, Grace Kelly, etc. De lá para cá passamos bons e maus momentos, seja na política na economia ou no esporte. Agora estamos diante de um inimigo mundial invisível a olho nu. Nem sempre mata, porém sempre deixa um rastro de dor nas famílias. Com certeza teremos uma vacina, ou quem sabe um medicamento específico. Com sacrifícios devemos nos reinventar.

LIVE DO DIOGO NOGUEIRA

Gostava do João Nogueira, pai do Diogo, um senhor sambista. Aos poucos o garoto foi se firmando como bom cantor, hoje é marca registrada do samba. Ontem Diogo Nogueira fez uma Live, foram três horas de boa música e descontração. Diogo cozinhou, contou histórias, respondeu os amigos, agradeceu aos anunciantes, conseguiu doações e cantou. Tudo numa simplicidade de dar gosto. Ave, Diogo Nogueira.

PARABÉNS, LONDRINA

O Londrina festeja os 40 anos da conquista da Taça de Prata, título maior da sua história. Na ocasião era equivalente à série B do atual futebol brasileiro. Em Maceió CSA 1 X 1 Londrina, no jogo da volta com o Estádio do Café lotado Londrina 4 X O CSA. Técnico Jair Bala, time da final, Jorge, Toninho, Gilberto, Fernando e Zé Antônio. Vanderlei Paiva, Lívio e Éverton. Zé Dias, Paulinho e Nivaldo. Entraram no decorrer do jogo André e Zé Roberto. Parabéns, Londrina.