Connect with us

Valmir Gomes

MARTA ROCHA E PELÉ

Em pleno domingo recebemos a triste notícia, Marta Rocha faleceu.

Publicado

em

Em pleno domingo recebemos a triste notícia, Marta Rocha faleceu por insuficiência respiratória seguida de infarto, numa casa de repouso em Niterói. Os leitores mais novos não têm noção do que a musa baiana representou para a mulher brasileira e sul-americana. Corria o ano da graça de 1954 quando no concurso de Miss Brasil surgiu Marta Rocha, após encantar todos presentes no Hotel Quitandinha do Rio Janeiro, foi para Califórnia disputar o título máximo da beleza mundial. Ficou em segundo lugar, porém com mais fama do que a vencedora. Marta Rocha na verdade foi uma mulher importante, que através da sua colocação no concurso, fez o mundo descobrir que havia beleza feminina sem igual abaixo da linha do Equador. Marta Rocha em 1954 e Pelé em 1958, pelos caminhos da beleza e do esporte, fizeram o mundo inteiro descobrir o Brasil. Ave, Marta.

CRAQUE DA CABEÇA AOS PÉS

Poderia pesquisar sobre o jogo, contar fatos da partida nos mínimos detalhes, quantos passes certos, quantos dribles, quantas cobranças de faltas, enfim toda participação do meu personagem naquela tarde. Prefiro entretanto destacar apenas a sua qualidade e nada mais. Lembro bem, era domingo no alto da Glória, pouco importa o adversário, de repente aquele magro e alto começa se destacar. Não corre, porém está sempre no lugar certo e na hora precisa. Não erra um passe, tem um drible novo para cada momento, além disto sabe fazer gol, aliás golaço. Foi assim que comentei anos atrás, a estreia do Ademir Alcântara no Coritiba. Craque da cabeça aos pés.

CONVERSA ENTRE CÃO E GATO

Nestes tempos de pandemia muita coisa mudou, em casa então nem é bom falar. O pai não sai mais com a frequência de antes, a mãe que também trabalhava fora vive nas quatro paredes. O casal de filhos, não vai para a escola, a dona Ruthe empregada de anos não vem trabalhar. O povo usa máscara! Dia destes o velho cachorro da casa Diamante, resolveu trocar ideia com a gata de de estimação Esmeralda. ” Alda diz o Diamante usando o diminutivo, você notou que o pessoal anda diferente, quietos, não saem mais, se disfarçam com máscaras, rezam duas vezes ao dia, comem pouco, nossa ração diminuiu, discutem por qualquer coisa e se desculpam. As crianças não vão à escola nem brincam no pátio. Tudo muito estranho.” Esmeralda com seu faro feminino responde. ” Diamante, já notei faz tempo, acho que tem alguma coisa estranha na parada. Sabe como é estes humanos, meio loucos.” Diamante saiu quieto abanando o rabo, Esmeralda se lambia e procurava o pires com leite, tinha um ar enigmático.”

GRANDE ENCONTRO

Almoçando na casa do Robson com Viviane Mateus Lucas e Natasha, assisti a Live Grande Encontro, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença. Foram duas horas de música e canto da melhor qualidade. Elba Ramalho cada dia canta melhor, Alceu e Geraldo dominam os instrumentos musicais com talento e cantam com naturalidade suas lindas canções. Os músicos que acompanharam o trio eram craques. Na verdade foi um grande encontro. Parabéns.

CICLONE BOMBA

Se não bastasse a Covid-19 ainda tivemos o Ciclone Bomba por estes dias no nosso litoral. Casas destelhadas, sem energia, e muitas famílias ao desalento. Sei que as autoridades do nosso Litoral, estão buscando soluções para tantos problemas. Neste momento alimentos, agasalhos, luz e água, são primordiais. Toda ajuda é importante.