conecte-se conosco

Valmir Gomes

AS PERDAS DO RIO BRANCO

Como era previsto, o Cascavel continua sua fase de invencibilidade na série D do Campeonato brasileiro.

Publicado

em

Como era previsto, o Cascavel continua sua fase de invencibilidade na série D do Campeonato brasileiro. Jogando contra o Rio Branco em casa, o time do técnico Tcheco venceu de virada por 3×1 o nosso Leão. Enquanto isso, o Cianorte começa a se reabilitar na competição, venceu o São Bento por 1×0 fora de casa. Penso que o Rio Branco lutou tanto para disputar a série D, e agora faz uma campanha muito abaixo do esperado. Não entro no mérito do culpado, porém, a desculpa da pandemia não me basta, afinal, todos os clubes vivem a pandemia. Na verdade, um ano perdido para o Leão, não se classificou no Estadual e vai perder a vaga na série D nacional. Muitas perdas em pouco tempo.

FANTASMA VENCE OS COXAS

Escrevi antes do jogo, em clássico tudo pode acontecer, dito e feito, Operário fez uma partida de segurança defensiva e acabou quebrando a invencibilidade dos coxas. Na verdade, o Coritiba não estava numa boa jornada, muitos atletas atuaram abaixo do seu normal. Enquanto o Operário seguro defensivamente, aproveitou a oportunidade que teve e fez o gol da vitória. Esperava uma reação dos coxas, fato que não aconteceu. O fantasma deu um salto de qualidade na tabela, os coxas mesmo perdendo o clássico permanecem na vice-liderança. Com o CRB do filho do Vivi técnico Alan Aal nos seus calcanhares, em terceiro lugar.

OS VASCAÍNOS DO LITORAL

Podem gostar ou não do estilo Lisca de comandar um time, porém, seu trabalho acaba sempre com bons resultados no campo. Foi o que aconteceu em São Januário contra o bom time do Guarani. Ninguém esperava um jogo fácil, muito menos uma goleada, até que o Vasco da Gama dos amigos Marcelo Roque, Darlan Janes, João Carlos Carmezim e Angel Salgado entre outros, contratou o Lisca. O resto da história vocês sabem, uma surpreendente goleada 4×1 com direito a elogios até do adversário. Sei não, o Vasco entra na briga por uma vaga entre os quatro que vão subir de série.

SHOW DO DAVID TERANS

Era um jogo difícil o adversário Internacional, jogava uma boa partida, até que o meia uruguaio David Terans resolveu reprisar suas brilhantes atuações. Dribles e passes, dados com perfeição, um show particular. De repente uma falta próximo a área dos visitantes. Terans se aproxima da bola e com seus olhos de lince e pés de compasso, vê a possibilidade de enganar o goleiro adversário. Dito e feito. Cobrança perfeita, que fez lembrar o mestre Didi com sua folha seca, nosso campeão mundial. O goleiro do Inter sequer esboçou reação. Um gol fotográfico, para colocar numa moldura na sala da casa em Curitiba ou em Montevideo. Terans muito obrigado, o futebol precisa de craques como você e sua arte, continue assim.

DIA DOS AVÓS

Alguém oficializou o dia dos avós, que é lembrado dia 26 de Julho, segunda-feira passada, ontem, para ser mais exato. Pois bem, a lembrança e a saudade que tenho dos meus avós é muito bonita. Vó Antoninha uma fortaleza trabalhava por ela e pelo avô João Ventura, um artista como carpinteiro é um Cristão exemplar. Como Pastor um exemplo de bom homem. Já a Vó preta conheci com deficiência visual, porém fazia todas as lidas da casa, sem ajuda de ninguém. Um milagre. O avô Atanásio, era um doce de pessoa, nos livrou de muitas surras e nos ajudou uma barbaridade. Desculpem, não me contive, eles os meus avós, foram extraordinários, merecem ser lembrados como queridos avós sempre. Meus vovôs e vovós, com certeza lembram os seus. Eles serão sempre lembrados pelo carinho que nos deram. Salve os avós hoje e sempre.

Continuar lendo
Publicidade