Connect with us

ADI Paraná

Obras antecipadas

O Governo do Paraná está antecipando as obras dos hospitais regionais de Guarapuava e Ivaiporã para atendimento de pacientes vítimas da pandemia

Publicado

em

14.04.2020 – Hospital Guarapuava Foto Gilson Abreu

O Governo do Paraná está antecipando as obras dos hospitais regionais de Guarapuava e Ivaiporã para atendimento de pacientes vítimas da pandemia. O Hospital Regional de Telêmaco Borba já está concluído e vai abrir nos próximos dias. Com as três unidades, serão 82 leitos adicionais de UTI e 250 de enfermaria disponíveis à população. O governador Ratinho Júnior está vistoriando as obras e a instalação dos leitos de UTI.


Arrecadação
A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que recompõe durante seis meses as perdas de estados e municípios com a arrecadação do ICMS e ISS. A proposta pretende reduzir os efeitos na economia da crise do novo Coronavírus. Se aprovado ainda no Senado e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, os estados serão compensados pela queda no ICMS, que é responsável por parte considerável da arrecadação estadual.


Reduções salariais

As férias coletivas dos 20 times da Série A do Campeonato Brasileiro começaram e várias equipes vão utilizar o período para negociar com os elencos possíveis reduções salariais para a paralisação do calendário do futebol causada pela pandemia do novo Coronavírus. Da elite do futebol nacional, três clubes definiram que não haverá nenhuma diminuição nos vencimentos (Coritiba, Flamengo e Red Bull Bragantino) e outros quatro já acordaram com os jogadores algum tipo de desconto (Atlético-MG, Ceará, Fortaleza e Grêmio).

Esperança
O remédio Remdesivir pode ser mais uma esperança de tratamento contra a covid-19. Um estudo inicial, publicado na revista científica The New England Journal of Medicine, trouxe resultados promissores do uso desse medicamento em pacientes considerados graves. Pesquisadores informaram, ainda, que está sendo conduzida outras pesquisas com a droga e que novos dados serão divulgados nos próximos dias.

Vítima da Covid-19

A Secretaria de Saúde de Paranavaí confirmou a primeira morte pela Covid-19. A paciente, uma mulher de 40 anos, estava internada na UTI do setor exclusivo para pacientes da Santa Casa desde o dia 7 de abril. A paciente trabalhava em indústria de Paranavaí, onde, até o momento, outras três pessoas já foram confirmadas para Covid-19.

Respiradores
O deputado Tião Medeiros (PTB) se reuniu com o governador Ratinho Júnior, secretário Beto Preto (Saúde), o chefe da Casa Civil, Guto Silva e com os três senadores do Paraná – Alvaro Dias (Pode), Flávio Arns (Rede) e Oriovisto Guimarães (Pode) –  por teleconferência. “Falamos sobre a Santa Casa de Paranavaí que atende a cidade e região, referência em saúde pública. Ficou combinado que o governador vai falar com o ministro Luiz Mandetta (Saúde) para liberar o quanto anos o respiradores da Santa Casa e assim funcionar os leitos de UTI e a unidade Morumbi possa entrar em funcionamento exclusivamente para questão do Covid neste momento”.


Auxílio emergencial

O benefício de R$ 600 pago a trabalhadores de baixa renda afetados pela pandemia de Coronavírus começa a ser sacado no próximo dia 27. A Caixa Econômica Federal, responsável pelos pagamentos, anunciou o novo calendário. Os saques ocorrem conforme o mês de nascimento do beneficiário.


Inédito
O STF realiza nesta semana uma sessão plenária por meio de videoconferência. Até agora, o tribunal só utilizava esse tipo de recurso nos julgamentos de suas duas turmas. Além dessa novidade, os principais itens da pauta dizem respeito às medidas de saúde pública tomadas pelos diferentes entes federativos para combater a pandemia do novo Coronavírus.


Desabafo
O senador Álvaro Dias (Pode) desabafou com a cobrança de “taxa”  feita pelos sindicatos aos empresários e empregados, para homologar acordos de suspensão temporária de contratos de trabalho. “Já tem entidade sindical cobrando R$ 500 por contrato chancelado e no mínimo até R$ 2.500 por empresa. Em meio à pandemia, os sindicatos estão explorando e ganhando dinheiro com o desespero de patrões e empregados. E tudo isso com o aval do STF”, disse.


Sem exageros

O ministro Sergio Moro (Justiça) disse que é preciso tomar cuidado com exageros cometidos por autoridades para punir as pessoas que descumprirem medidas de isolamento social para combater o novo Coronavírus. “As pessoas têm que seguir as orientações que forem necessárias para debelar essa pandemia e nós temos que tomar cuidado com exageros, com atos que possam representar alguma espécie de abuso”, disse.


Cloroquina
O deputado Stephanes Junior (PSD) defendeu uso da cloroquina no tratamento do da covid-19. “O (presidente) Bolsonaro tem razão. A hidroxicloroquina já deveria estar sendo usada na rede pública já nos primeiros sintomas da doença e não quando tivesse de forma grave, os hospitais Albert Einstein, o Sírio Libanês e muitos outros hospitais do país já estão usando dessa forma. O medicamento é muito mais eficaz e não tem patente”.

Explico
Stephanes Junior explicou ainda o motivo da rapidez no uso do medicamento no Paraná. “O vírus é mais letal no inverno e o pico vai acontecer no frio da região sul. Noventa por cento das pessoas que têm contato com o vírus são assintomáticos, um percentual pequeno pega a doença leve e um menor ainda, a doença de maneira grave. Se levarmos a curva para o inverno, muitas pessoas vão ficar doentes, mais que o dobro do que no verão e mais ainda vão ficar de forma grave. As temperaturas ficam entre 0 e 10 graus, ideal ao vírus ser mais forte e deixar as pessoas mais doentes”.

População contra

Pesquisa em Foz Iguaçu revela que 69% da população é contra a abertura do comércio porque provoca risco à saúde. Apenas 6% é a favor e 25% não sabem ou não responderam. O levantamento aponta ainda que 86% sabem as medidas que devem ser adotadas para evitar o Coronavírus. Em outra pergunta, 67% dos entrevistados responderam que a pandemia é “extremamente preocupante” e que têm medo de se contaminar, 15% disseram que é preocupante, mas que atinge apenas os mais velhos e 10% não demonstraram preocupação e afirmaram que está ocorrendo uma histeria.

Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.