Logotipo

'Dezembro Vermelho' conscientiza sobre prevenção ao HIV/AIDS

03 de dezembro de 2019

Ações aconteceram no terminal urbano de Paranaguá. 

Compartilhe

As ações de conscientização do Dia Mundial da Luta contra AIDS aconteceram no Terminal Urbano de Paranaguá. A data é comemorada anualmente em 1.º de dezembro, porém, neste ano, como caiu em um domingo, as ações foram realizadas na segunda-feira, 2. 
O evento foi marcado pela integração de vários setores que atuam em causas preventivas como a Primeira Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Pastoral da AIDS e Núcleo de Prevenção à Violência. Além disso, marca também o início da campanha ‘Dezembro Vermelho’, mês de conscientização sobre a AIDS.
Das 9h às 16h, foram realizadas centenas de testes de glicemia, aferição de pressão arterial e também foram passadas mensagens de conscientização sobre doenças sexualmente transmissíveis. De acordo com Sula Ferreira, coordenadora regional da Pastoral da AIDS, os números de casos confirmados em Paranaguá continuam elevados. 
As estatísticas de 2014 a 2019 mostram que no referido período foram detectados 1.167 casos, sendo 697 homens e 470 mulheres (somente em Paranaguá). A cidade está em primeiro lugar no Paraná em número de casos confirmados por incidência de 100 mil habitantes. 
“Nosso trabalho não é apenas informar as pessoas sobre os sintomas, perigos e formas de se prevenir da doença. O Dia Mundial de Luta contra a AIDS também tem a função de auxiliar no combate contra o preconceito que os portadores de HIV (Vírus Humano de Imunodeficiência) sofrem na sociedade por causa da doença”, explica Sula. 
“Quanto mais cedo a pessoa ficar sabendo o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento. Isso porque os medicamentos estão proporcionando mais qualidade de vida aos soropositivos”, completa. 

AÇÕES NA SEMANA 

Em Paranaguá, a Pastoral da AIDS, 1.ª Regional de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde elaboraram algumas ações de promoção e prevenção para serem executadas neste período. No dia 4 de dezembro, acontece testagem rápida na Ilha do Mel. De 2 a 6 de dezembro, também acontece testagem no CTA que funciona no Hospital João Paulo II (Vila Divineia). 

DEZEMBRO VERMELHO 

A ação em Paranaguá também contou com a distribuição de fitinhas vermelhas. Em 1987, a ONU criou esta campanha e, em 1991, a fitinha vermelha surgiu com artistas de Nova Iorque, para lembrar a luta contra a AIDS e transmitir compreensão, solidariedade e apoio aos portadores do vírus HIV. No Brasil, o projeto foi adotado em 1988, pelo Ministério da Saúde.
 


Colunistas