Logotipo

Blocos de sujos e bailes de Fandango mantêm a tradição em Paranaguá

12 de feveiro de 2018

Haverá premiação para os melhores blocos em duas categorias

Compartilhe

O desfile dos blocos de sujos é uma das tradições do Carnaval em Paranaguá. A irreverência e a ousadia são marcas registradas que se perdem no tempo, fortalecendo o tema do Carnaval 2018: “Essa folia tem história”. 

Para este Carnaval, o desfile está programado para a segunda-feira, 12, a partir das 18h, na Rua da Praia. Os blocos irão desfilar concorrendo nas categorias Tradicional, Especial e Original. A comissão julgadora irá avaliar a passagem do bloco aplicando notas em vários quesitos como alegoria, animação e outros. Haverá premiação em troféus para os três primeiros colocados. 

Os blocos de sujos estão presentes no Carnaval de Paranaguá antes da existência das escolas de samba. Os registros históricos apontam através de fotografias, que os primeiros desfiles de foliões com sátiras e fantasias pelas ruas da cidade já aconteciam em 1920. 

De acordo com o carnavalesco Ailson Santos, os blocos de sujos são uma das marcas registradas do Carnaval parnanguara. “É a manifestação espontânea do povo como uma forma de transmitir suas mensagens e extravasar as emoções. No princípio desfilavam em blocos com as mesmas fantasias nos salões e mais tarde passaram usar críticas para assuntos diversos. Passaram-se cem anos e os blocos de sujos mantêm sua originalidade”, contou. 

Quatro grupos irão animar o Baile de Fandango em duas noites

Bailes de Fandango 

Outra tradição presente no Carnaval parnanguara é o baile de fandango. De acordo com o Mestre Zeca da Rabeca, o Fandango sempre esteve presente no Carnaval. “As pessoas batiam fandango até amanhecer e no almoço comiam barreado. Isso era mais comum na Ilha dos Valadares no período de carnaval. Depois todos respeitavam a quaresma que terminava após 40 dias com o fandango de aleluia. É outra tradição que ainda existe”, explica.    

A programação do baile de fandango no Carnaval acontece no sábado, 10, a partir das 22h com animação dos grupos Mandicuera e Mestre Romão. No domingo, 11, o baile continua com animação dos grupos Pés de Ouro e Mestre Brasílio, até às 3h. 

Colunistas