Logotipo

Estado dá a largada aos serviços da temporada nas praias

21 de dezembro de 2018

Durante 80 dias, mais de 2.200 profissionais vão reforçar o atendimento no Litoral e Costa Oeste

Compartilhe

Mais de 2,2 mil profissionais do Governo do Estado começaram na sexta-feira, 21, a atuar na Operação Verão Paraná 2018/2019, que nesta edição terá 80 dias de duração. Neste período, o Litoral e a Costa Oeste e Norte do Estado contarão com reforço dos serviços do Estado nas áreas da segurança pública, saúde, saneamento, limpeza das praias, meio ambiente, além de Internet gratuita. As atividades foram abertas em Matinhos, onde está grande parte das movimentadas praias paranaenses.

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícias Civil, Rodoviária Estadual e Científica reforçam o atendimento à população

As equipes do Estado estão à disposição para atender os moradores e os turistas, principalmente durante as comemorações de Natal e Ano-Novo e o Carnaval. A operação, uma das mais longas dos últimos anos, é fruto do trabalho de diversos órgãos do Estado, que se empenharam nos últimos meses e planejaram diversas ações modernas, com foco no bem-estar dos veranistas.

O chefe da Casa Militar e coordenador da Operação Verão Paraná 2018/2019, coronel Maurício Tortato, afirmou que mais de R$ 32 milhões estão sendo investidos nas ações, em todos os locais onde há veraneio.

“É um momento especial, um planejamento e cuidado para que tenhamos segurança, saúde, ecologia, educação, cultura, lazer e esporte”, afirmou.

Para o prefeito de Matinhos, Rui Hauer, a parceria com o Estado é essencial para os municípios litorâneos. “A Operação Verão é extremamente importante para nós, porque nessa época a população multiplica por dez e nós não teríamos condições de, sozinhos, prestar um bom atendimento”, afirmou.

Estado disponibilizou um helicóptero para fazer o monitoramento nas praias (Foto: AEN)

SEGURANÇA

Cerca de 1,5 mil profissionais da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Estadual e da Polícia Científica reforçam o atendimento à população e promovem ações preventivas a crimes.

“É a integração completa de todas as forças de segurança, prontas para atender com todo rigor necessário”, disse o secretário da Segurança Pública, Júlio Reis.

O Estado também disponibilizou mais quatro viaturas da patrulha escolar, quatro vans, barcos, um helicóptero e um caminhão linkado com câmeras para fazer o monitoramento nas praias. “Colocamos todo o material necessário para que os veranistas tenham tranquilidade”, disse a comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha. São 89 postos guarda-vidas espalhados pelas praias. Os militares estaduais ainda fazem a distribuição de pulseirinhas de identificação de crianças e pessoas com necessidades especiais para evitar desaparecimentos.

O general Luiz Felipe Carbonell, que assume a pasta da segurança pública na próxima gestão, disse que o planejamento da atual equipe será mantido.

“As ações foram muito bem planejadas e vamos mantê-las para que, dessa forma, se possa oferecer o melhor à população”, afirmou.

SAÚDE

O Governo do Estado reforçou o atendimento com a contração de médicos e enfermeiros, colocou UTIs Móveis nos municípios de Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná e disponibilizou um helicóptero para atendimento aeromédico. Nas praias haverá tenda com serviços de orientação sobre prevenção de DSTs e HIV. “Garantimos atendimento de qualidade e ações de preservação à saúde da população”, afirmou o secretário da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

Colunistas