conecte-se conosco

Valmir Gomes

VERDADE NUA E CRUA

Faz tempo que o Paraná Clube não sabe o que é ganhar três pontos.

Publicado

em

VERDADE NUA E CRUA

Faz tempo que o Paraná Clube não sabe o que é ganhar três pontos. O momento é ruim dentro e fora do campo, dentro com os atletas na sua grande maioria jogando abaixo do que se espera, fora do campo com o presidente e o técnico, dando declarações que só atrapalham. Vejamos. O presidente diz em alto e bom som. "Está faltando responsabilidade dos atletas." Daí vem o técnico e arremata. "Falta competência." Gente faltou competência e responsabilidade para o presidente e seu diretor de futebol, foram eles que desmancharam o time do ano passado e remontaram o deste ano por três vezes. A verdade é esta, nua e crua, o resto é perfumaria barata.

VITÓRIA

O Atlético mesmo sem jogar uma grande partida, venceu o fraco time do Santos, uma sombra do passado. Para os que gostam de números, agora jogando num 3 X 5 X 2  e tocando a bola no campo do adversário, o rubro-negro fez o suficiente para ganhar por 2 X 0 com gols  fruto de bola parada. Que vale tanto quanto! Com público reduzido o Atlético ganhou e não encantou, sinal que muita coisa terá que ser arrumada. Principalmente do meio para frente. Menos mal que venceu e deu um salto na tabela.

SEM ENCANTO

Os canais de televisão que tem os direitos de transmissão da Copa do Mundo, estão fazendo o máximo, para criar um clima festivo. Só que a Copa já não encanta como antes, se duvidarem a maioria não sabe a metade da escalação. Foi se o tempo de Nilton Santos, Djalma Santos, Didi, Belini, Garrincha, Pelé, Rivelino, Tostão, Jairzinho. Depois veio outra geração de craques, Luizinho, Junior, Falcão, Cerezzo, Zico, Sócrates, Éder, que não ganhou porém   encantou o mundo com futebol de primeira classe. Com Parreira no comando ganhamos nos pênaltis, sem emoção e com fraco desempenho. O último suspiro foi com Felipão e o trio de ouro, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo Fenômeno. De lá para cá não encantamos mais ninguém. Esta é a triste verdade.

O SEGREDO DE YASHIN O ARANHA NEGRA

O goleiro russo Lev Ivanovich Yashin tem uma história de glória, mesmo sem ter sido campeão mundial de futebol por seu país a Rússia. Jogou 812 partidas oficiais entre clube e seleção, em 270 partidas não tomou gol e tem a marca de ter defendido 150 penaltis e ter disputado 4 Copas do Mundo de 1958 á 1970. Foi Bola de Ouro em 1963 defendendo o Dínamo de Moscou, fato inédito como goleiro. Yashin ficou conhecido como Aranha Negra na Europa e Pantera Negra na Rússia, porque jogava com uniforme totalmente preto. Tinha um segredo. Antes dos jogos no vestiário, fumava um cigarro para acalmar os nervos, e tomava duas doses de vodka para aquecer os músculos.

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta