conecte-se conosco

Valmir Gomes

SHOW DE BOLA NO MARACANÃ

O Atlético foi enfrentar o Fluminense com a vaga na mão ou melhor nos pés, era o favorito disparado.

Publicado

em

O Atlético foi enfrentar o Fluminense com a vaga na mão ou melhor nos pés, era o favorito disparado. Porém no futebol nem sempre o favorito vence, e o Tricolor das Laranjeiras fez um trabalho psicológico em cima disso. Antes do jogo, a primeira agradável surpresa, a torcida do Atlético estava em grande número no estádio. Quando a bola rolou só deu a turma do Tiago Nunes, no primeiro contra-ataque, Nikão bateu enviesado e saiu para o abraço. Sem correr riscos, a vantagem foi ampliada em outra jogada semelhante no início do segundo tempo, desta vez coube a Bruno Guimarães fazer 2 X 0. Estava liquidada a fatura, o favorito confirmava sua grande fase. Na verdade foi um show de bola no Maracanã, com o Atlético mostrando ao Brasil sua superioridade técnica. Quanto à torcida, deu gosto de ver e ouvir, foi um espetáculo à parte.

 

FUTEBOL DE LUTO

Depois da violência e de toda bagunça feita pela Conmebol, o jogo final da Libertadores da América foi parar na longínqua Madrid, na Espanha. No dia 9 de dezembro, o Santiago Bernabéu vai receber o clássico River X Boca, bem distante do Monumental de Núñez na triste Buenos Aires. Na verdade, foi um arranjo dos diretores da Conmebol, para provar mais uma vez a incapacidade administrativa da entidade que manda no futebol da América do Sul. Os argentinos estão inconformados, pior que isso, envergonhados pelo fato ocorrido e seu desdobramento. A Conmebol puniu o River em 400 mil dólares e a perda de dois mandos de campo. Porém ficou nisso, o Boca queria mais muito mais: a desclassificação do River. O episódio mancha a Libertadores, enlutando o futebol.

 

A DANÇA DO DIABO

O saudoso Francisco Sarno era múltiplo, foi jogador, técnico, escritor, conselheiro, político e por aí vai. Tive o prazer de conviver com ele por um tempo, quando treinou o Coritiba. Um dia escreveu um livro sobre o calvário dos treinadores, Futebol, a Dança do Diabo, uma coletânea de fatos ligados ao futebol da sua época. Pois bem, quase sempre os fatos se repetem, agora nos chega a notícia da demissão do técnico Marcelo de Oliveira do Fluminense. Falta um jogo somente um, e mandaram o técnico embora. Só agora viram que ele não servia. Sarno tem razão, o futebol é a verdadeira Dança do Diabo.

 

CORRUPÇÃO E ORAÇÃO

Desde que o mundo é mundo existe quem corrompe e quem é corrompido, isto acontece em todos os segmentos da sociedade, até no futebol. Os exemplos são muitos. A CBF tem um ex-presidente preso nos Estados Unidos e outro que não pode acompanhar a seleção no exterior, se não vai preso também. E o Estado do Rio bateu recorde agora tem 4 governadores acusados de corrupção, todos em algum momento foram presos. Prender ex-governador virou moda no Brasil. A corrupção é uma bomba silenciosa, que mata mais que a maldita bomba atômica lançada pelos Estados Unidos em Hiroshima. Como gente do colarinho branco não ia para cadeia, ficava fácil corromper e ser corrompido. Até que um dia surgiu o juiz Sérgio Moro e sua qualificada equipe, o resto da história todos sabem. Rezem pela saúde do Moro e dos policiais honestos. Vocês sabem por quê!

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.