conecte-se conosco

Valmir Gomes

O FILHO DO REI DO FUTEBOL

Outro dia, Edinho deu uma interessante entrevista, falou da sua infância em Nova Iorque…

Publicado

em

Outro dia, Edinho deu uma interessante entrevista, falou da sua infância em Nova Iorque, da separação dos seus pais, como virou goleiro do Santos, da sua prisão e, logicamente, do Rei Pelé. Edinho mostrou calma e conhecimento sobre os assuntos em questão, jamais se alterou ou acusou alguém, foi o mais transparente possível. Sobre Pelé, só elogios, disse até que o Rei anda meio acabrunhado por estar impossibilitado de andar normalmente. Usa o recurso do andador. Vejam que ironia, o Rei do futebol de andador. Certamente fruto das muitas entradas violentas, dos seus marcadores por este mundão de Deus. Pelé retrucou em nota à imprensa. "Acabrunhado  nada, estou em franca recuperação". Palavra de Rei a gente não duvida. Saúde e vida longa, meu caro Pelé. Ao filho do Rei do Futebol Edinho, bom trabalho no Santos e paz com sua família.

OS RESULTADOS DO FIM DE SEMANA

Temos jogos interessantes no sábado e domingo, o Rio Branco na Estradinha, o Atlhetico em Brasília, o Coritiba em Cascavel e assim sucessivamente. Sobre estas partidas e seus resultados, escreverei com detalhes na coluna de terça-feira.

A DERROTA NA COPA BRASIL

Além de jogar uma partida fraca tecnicamente, o Coritiba perdeu o jogo para o novato e determinado Manaus, sendo  mais uma vez desclassificado no início da Copa do Brasil. A lamentar a atitude do avante Sassá do Coritiba, além de perder um pênalti quis brigar com todo mundo depois da derrota. Uma atitude que pode lhe causar problemas no futuro. Aliás quando os coxas contrataram Sassá  já deviam saber das suas histórias.

O DIÁLOGO DO PAPA COM LULA

Daí como vai o teu time lá da Argentina? – A resposta veio na lata: "Melhor que o teu Corinthians!" Claro que também falaram de futebol, afinal são torcedores como nós. Será que falaram de religião? Pouco provável, Lula não ousaria. Falaram do Oscar, acho que não, apesar do  filme do Fernando Meireles sobre um diálogo Papal. Falaram do preço da gasolina. Claro que não, pouco interessa aos dois, eles têm carros e motoristas com combustível pagos pelo sistema. Trocaram ideias sobre Cuba, Venezuela, Bolívia? Sequer tocaram no assunto. Afinal era uma conversa sobre amenidades brasileiras e argentinas, uvas, vinhos, cervejas, futebol. Mulher? Não. O que falaram e sobre o que falaram é de interesse dos dois. Talvez o Fantástico reproduza. Ficamos sem saber do diálogo, apenas especulando. Assim caminha a humanidade.

Continuar lendo
Publicidade