Logotipo

Valmir Gomes

A seleção do Tostão, campeão do mundo

13 de junho de 2019

Dia desses, fui almoçar com dois amigos do futebol, Dr. Reginaldo Aracheski, que fundou o Museu do Futebol na Lapa, um espaço mágico dedicado aos futebolistas de todos os tempos. O outro era o meia cancha Eduardo Francisco Dreyer, do River Plate, Coritiba, Londrina, Atlético, Colorado etc. A comida do Restaurante São Francisco no Largo do mesmo nome cada dia melhor, o atendimento nota 10. Terminado o almoço, Dreyer pagou um café no Jokers e foi embora. Eu e Reginaldo, aproveitando a rara tarde de sol, cruzamos a Praça Tiradentes batendo papo. Foi quando Reginaldo me contou das suas três conversas com o craque Tostão, em Belo Horizonte. Numa delas ele escalou sua Seleção Brasileira de todos os tempos. Vamos à seleção do campeão mundial Tostão. No gol Gilmar, na zaga Carlos Alberto, Aldair, Zózimo, Nilton Santos. Didi e Gerson na meia cancha, Garrincha, Ronaldo Fenômeno, Pelé, Romário. Perguntado pela ausência do Dirceu Lopes e Tostão, o próprio respondeu. "É seleção técnica não é política, Gerson foi um monstro sagrado do futebol, eu apenas um bom jogador nada mais do que isto". Gente, são estes encontros e estas histórias que me dão felicidade.

 

VITÓRIA DA VERGONHA NA CARA

Caríssimos leitores, o que o Coritiba se determinou na terça-feira em Campinas, foi algo digno de conquistar os três pontos. Seguro defensivamente com Alisson, Sabino e Vitor Carvalho, e rápido com Luis Henrique e Natan, a disposição e vontade superaram as deficiências técnicas. Vitória da vergonha na cara, recuperação moral.

 

PARANÁ CLUBE SUBINDO NA TABELA

Em campeonato de três pontos por vitória, ganhar duas partidas consecutivas faz o time subir consideravelmente na tabela. No caso do Tricolor da Vila Capanema então o fato é mais importante, afinal venceu dois clássicos paranaenses. O momento é muito bom para os comandados do Mateus Costa, uma lástima o campeonato ser interrompido por causa da Copa América. Ninguém ganha com isto, a não ser os interesses financeiros.

 

GUILHERME E MARLON OURO NO VÔLEI DE AREIA

O projeto Ágatha/Sespor continua nos dando alegria no vôlei e afins. Dia desses, na segunda etapa do Campeonato Paranaense de Vôlei de Areia, disputada em Londrina, ganhamos medalhas de ouro e prata. No sub-17, a dupla masculina Guilherme e Marlon conquistou medalhas de ouro, e as meninas Giovana e Luana, medalhas de Prata. Vibrando com as conquistas, o técnico e professor Sérgio Cagnon declarou. "Treinos diários e intensos, são nossa rotina de trabalho, o resultado são as medalhas". Daqui os parabéns aos medalhistas pelo empenho e qualidade, bem como ao secretário de Esportes Darlan Janes e o prefeito Marcelo Roque pelo apoio ao projeto Ágatha/Sespor. 

 

Fotos

Compartilhe