Logotipo

Asilo São Vicente de Paulo necessita de doações e apoio da sociedade

06 de agosto de 2019

Asilo São Vicente de Paulo mantém em seu quadro atualmente 40 idosos e 32 funcionários, sendo 12 deles cuidadores

Compartilhe

Irmã Tarcisia de Jesus agradeceu aos colaboradores e destacou a necessidade de apoio para garantir qualidade de vida aos idosos

Uma das instituições beneficentes mais importantes de Paranaguá, o Asilo São Vicente de Paulo, mantém em seu quadro atualmente 40 idosos e 32 funcionários, sendo 12 deles cuidadores. O espaço necessita mensalmente de recursos e diversos itens para manter a qualidade de vida dos idosos assistidos, bem como para as garantias necessárias aos seus colaboradores. Segundo a irmã Maria Tarcisia de Jesus, administradora do Asilo São Vicente de Paulo, a instituição está aberta ao recebimento de doações de cidadãos e empresas de Paranaguá e, com foco nisso, realizará no dia 15 de setembro uma Feijoada Beneficente na Catedral Diocesana com tickets que estão à venda pelo valor de R$ 30,00.

“Os nossos idosos são dependentes, sendo a maior parte cadeirante e os que caminham também precisam de cuidadoras. O nosso trabalho é regido por uma diretoria, com o nosso presidente Joaquim Medeiros Chianca Fernandes, que é bem ativo na instituição, e trabalhamos bastante juntos ao tesoureiro e diretoras em prol do nosso asilo. Dependemos muito de doações, tudo que vem é bem-vindo, pois vivemos disso e dos eventos que nós fazemos”, destaca irmã Tarcisia.

DOAÇÕES NECESSÁRIAS

Segundo irmã Tarcisia, o asilo trabalha continuamente com campanhas de arrecadação de fraldas, material de higiene pessoal, material de limpeza, cestas básicas, entre outros. “Precisamos de muitas coisas, porque os idosos e os funcionários precisam estar bem cuidados, inclusive porque os colaboradores precisam estar bem para cuidar bem do idoso. Fralda é algo de uso contínuo, é direto, agora com o frio a incontinência urinária é mais forte, há idosos que utilizam até cinco fraldas por dia. Precisamos suprir esta necessidade, o estoque está bem baixo”, diz. “Quem quiser nos ajudar pode vir aqui e ir na secretaria do Asilo São Vicente de Paulo no horário das 8h às 18h na segunda à sexta-feira e no sábado das 8h às 12h”, complementa.

“O Asilo São Vicente de Paulo não é de ninguém, ele é da sociedade, é da comunidade, ele atende às necessidades da comunidade local. Por isso contamos com o apoio da sociedade para que possamos suprir as necessidades da casa. A nossa manutenção é cara, até porque manter um espaço adequado aos idosos é algo caro, com gastos com materiais de limpeza e com fiscalização contínua da Vigilância Sanitária, inclusive para ver se o idoso está sendo bem tratado. Se não houver a colaboração da sociedade, dos nossos doadores, não temos como cuidar sozinhos, pois as nossas capacidades financeiras são baixas”, explica irmã Tarcisia, ressaltando que os eventos do asilo são essenciais para manter o espaço aberto.

"Dependemos muito de doações, tudo que vem é bem vindo, pois vivemos disso e dos eventos que nós fazemos”, destaca a Irmã Tarcisia

VOLUNTARIADO

Segundo a administradora, o Asilo São Vicente de Paulo necessita continuamente de voluntários. “Convidamos os cidadãos a virem aqui, fazer o cadastro para fazer este trabalho voluntário. Temos vários meios de trabalho para as pessoas nos ajudarem”, complementa.

EMPRESAS QUE JÁ AJUDAM E NECESSIDADE DE NOVOS PARCEIROS

“Uma empresa muito forte que nos ajudou e deixou o Asilo muito bonito foi a Multitrans. Eles colaboraram muito conosco. Gostaríamos também do apoio de outras empresas, que olhem para a nossa instituição, para doar algum valor, nem que seja R$ 1 mil mensalmente ou duas vezes ao ano, tudo isso já nos ajuda”, afirma irmã Tarcisia. “Temos o básico, muitas vezes, o arroz, o feijão, mas precisamos ter a medicação que é cara, não temos material de limpeza que é caro, as fraldas, e assim por diante”, explica. Segundo a irmã, a Prefeitura destina mensalmente fraldas geriátricas ao asilo, mas a demanda é contínua.

“Contamos com a colaboração de todos e agradecemos quem já nos ajuda, é importante destacar isso, entre eles igrejas evangélicas e a Igreja Católica. Quero frisar também a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Igreja Mórmon), com o projeto Mãos que Ajudam, que levou nossos idosos para passear no aniversário de Paranaguá com um trenzinho junto com diversas crianças”, afirma irmã Tarcisia, destacando que a instituição é aberta ao apoio de todas as religiões e instituições. “Se ficássemos sozinhos para manter o asilo a gente não daria conta, as portas já estariam fechadas há muito tempo”, explica a administradora.

CONTATO

Para quem quiser colaborar ou ser voluntário no Asilo São Vicente de Paulo, o endereço do espaço é na Rua Júlia da Costa, Centro Histórico, n.º 700, e o telefone para contato é o (41) 3423-3539. “O meu celular que é também WhatsApp está à disposição através do número (41) 99102-5781”, finaliza a irmã Tarcisia de Jesus.


Colunistas