Logotipo

Viagem com o bebê: como planejar as férias de verão com criança pequena

29 de janeiro de 2019

O fundamental é procurar criar um roteiro que seja não somente divertido, mas que também acolha as necessidades dos pequenos

Compartilhe

As férias de verão são consideradas a melhor época do ano para viajar em família, isso porque o calor, combinado com recesso escolar e empresarial tornam o período propício para fazer as malas. Mas, quando o assunto é viajar com criança pequena tudo se torna muito mais complicado, o planejamento, a escolha do destino, o trajeto e os passeios. Por isso, foram separados cinco dicas importantes para fazer da viagem de férias com o bebê, momentos inesquecíveis e sem estresse. 

 

PLANEJAMENTO 

A primeira dica é planejar com antecedência e fazer escolhas que estejam de acordo com a rotina e estilo de vida da família. As crianças pequenas, principalmente na fase que ainda estão de colo estão acostumadas a uma rotina, e abandonar isso durante as férias de verão pode causar desconforto e muitas crises de choro. Portanto, a dica é procurar criar um roteiro que seja não somente divertido, mas que também acolha as necessidades dos pequenos.

 

DESTINO 

A escolha do destino talvez seja a mais delicada das tarefas. Nessa fase é preciso escolher o clima do local, as opções de passeios e turismo, o tipo de acomodação, qual a infraestrutura do local, etc. Tudo levando em conta o bebê. É comum famílias com criança pequena aproveitar as férias de verão para ficar em um hotel fazenda, ou em um resort. São preferências de quem vai aproveitar para descansar e deseja um ambiente acolhedor e com bastante suporte para os pequenos.

 

AVIÃO / CARRO / ÔNIBUS 

O trajeto é um dos momentos mais desconfortáveis para os bebês, principalmente se for distante e demorar muitas horas. Se a viagem for de carro, vale a pena investir em uma boa cadeirinha. A segurança vem em primeiro lugar sempre. Procure manter a temperatura no interior do veículo amena e agradável e, se possível, opte por viajar em momentos de maior sonolência da criança, assim ela dormirá a maior parte do percurso. 
Em casos de aviões e ônibus é comum o desconforto da criança causar irritação, choro e incomodar outros passageiros. Leve brinquedos e maneiras de distrair os pequenos. No avião, durante os momentos de pouso e decolagem é comum a pressão no ouvido causar dor, e junto com ela o choro. Nesse caso, se for um bebê de colo que ainda amamente, a sucção ao mamar geralmente é o suficiente para aliviar esse problema.

 

PASSEIOS 

Quando estamos em férias aproveitamos para conhecer o lugar e passear bastante, mas com criança pequena esse pode ser um grande desafio. Por isso é indispensável que a família leve um carrinho de passeio. Ele será seu melhor amigo na hora de curtir as férias. Não só é uma saída interessante para quando a criança está cansada de caminhar, como também permite que essa durma ao longo do dia, descansando da rotina corrida que uma viagem pode ter.
Mas é claro, nada adianta um carrinho que ocupe metade do porta-malas, ou que seja difícil de despachar como bagagem. 


MALA 

É difícil se manter compacto com uma criança pequena, nunca sabemos do que iremos precisar. Minha dica é para que as pessoas façam a mala tantos dos pais, quanto das crianças, com peças de roupa versáteis e que sejam fáceis de lavar. Lembre-se de colocar na mala os documentos originais da criança e dos responsáveis, além de uma pequena farmácia com remédios indicados pelo pediatra da criança.
Vendo tantas dicas e alertas, os pais de primeira viagem podem se assustar. A viagem de férias com criança pequena requer pequenos cuidados extras. Porém, esse ainda é um momento de diversão, para criarmos laços e aproveitarmos a família, portanto, não se intimide e vá curtir o verão 2019.

Colunistas