Logotipo

Paranaguá se prepara para a 3.ª Festa do Caranguejo

23 de novembro de 2019

Caranguejo será servido em variadas formas de preparo

Compartilhe

Expectativa é repetir o sucesso dos anos anteriores

Acontece, de 4 a 8 de dezembro, uma das festas que vem conquistando o paladar dos parnanguaras e turistas: a Festa do Caranguejo. Em sua terceira edição, o evento promete repetir o sucesso dos anos anteriores.

A festividade começou em 2017 quando foi inaugurada a escultura do caranguejo, a qual hoje é uma das atrações do município. Naquele ano, o evento obteve índices surpreendentes de participação do público e venda de crustáceos. Foram vendidos cerca de 2 mil dúzias por noite.

Em 2018, as vendas conquistaram o mesmo índice, repetindo o sucesso da estreia. Quem for ao evento neste ano, poderá também provar outras iguarias como isca de peixe, filé de peixe, bolinhos de camarão, ostras entre outros produtos do mar. O caranguejo será oferecido em diferentes tipos de preparo como alho e óleo e também o metido à besta, que é uma forma caiçara de preparo. Os valores do cardápio deste ano serão definidos na próxima semana.

O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur) e será realizado na Praça de Eventos Prefeito Mário Roque. A estrutura da festa é outro diferencial, voltado para melhor acomodação dos parnanguaras e turistas.

De acordo com o secretário da pasta, Harrison Camargo, o evento fomenta o turismo em Paranaguá no período que antecede a temporada. “Em sua terceira edição, a festa tem por objetivo viabilizar a comercialização do crustáceo e frutos do mar típicos do município, através de comunidades pesqueiras localizadas na baía de Paranaguá. Visa à criação de divisas, além de diversas atrações culturais com artistas locais e regionais. Com o passar do tempo, a festa vai ser conhecida em todo o Estado como já acontece com a Festa da Tainha que já se tornou de nível nacional”, ressaltou.

LIBERAÇÃO

Captura do caranguejo será liberada no dia 1.º de dezembro (Foto: Divulgação)

A partir do dia 1.º de dezembro até o dia 14 de março, está permitida a captura de caranguejos no litoral do Paraná.

No Estado, existe apenas uma espécie do crustáceo, o caranguejo-uçá. Porém, não são todos os animais que podem ser capturados.

De acordo com a portaria 180/2002, do Instituto Ambiental do Paraná, é legal somente a retirada de caranguejos machos que tiverem a carapaça igual ou maior a 7 centímetros. Fêmeas e filhotes são preservados o ano todo. A captura ainda precisa ser artesanal, feita com as mãos.


Colunistas