Logotipo

Camping do Parque Pico do Marumbi fecha temporariamente

31 de maio de 2018

Medida vale a partir de segunda-feira, 4

Compartilhe

 

 

 

Trilhas e passeios continuam funcionando normalmente. O motivo é a falta de chuvas que causou desabastecimento das estruturas de apoio aos campistas. Agendamentos para o feriado estão garantidos

A partir de segunda-feira, 4, o camping do Parque Estadual Pico do Marumbi, na Serra do Mar, não receberá visitantes. Trilhas e passeios continuam funcionando normalmente. A interrupção do atendimento do camping é necessária devido à falta de chuvas que causou desabastecimento das estruturas de apoio aos campistas.

A água que atende às estruturas do camping vêm de uma nascente no interior da Unidade de Conservação, que por conta da seca prolongada não tem mais condições de atender à demanda. Espera-se que a situação se normalize com a volta das chuvas.

Os agendamentos para o uso do camping durante o feriado de Corpus Christi (31 de maio, 1, 2 e 3 de junho) estão garantidos. As visitas para percorrer trilhas e passeios na Unidade de Conservação também podem ser feitas durante os horários de funcionamento do local.

A administração do parque vai aproveitar o período de seca para iniciar alguns reparos na estrutura do telhado dos banheiros do camping.

MARUMBI

O Parque Estadual Pico do Marumbi – maior parque estadual aberto ao público – abrange os municípios de Morretes, Quatro Barras e Piraquara. O local também é considerado Patrimônio da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Unesco, em função da proteção à Floresta Atlântica.

Além do camping gratuito disponível para os visitantes, o parque tem diversas belezas naturais, protege um conjunto de montanhas e, por isso, atrai adeptos do montanhismo, campistas e amantes da natureza.

A principal forma de acesso é por trem, que sai diariamente, às 8h15, da Rodoferroviária de Curitiba e leva duas horas para chegar até a sede do Parque Estadual do Marumbi, em Morretes.

O visitante também pode ir de ônibus, partindo de Curitiba até a rodoviária de Morretes, onde um ônibus municipal vai até o vilarejo de Porto de Cima.

Quem vai de carro deve seguir pela BR-116 e entrar na Estrada da Graciosa, indo até o vilarejo de Porto de Cima. Os oito quilômetros restantes até a Estação do Marumbi devem ser percorridos a pé, de bicicleta ou de carro com tração 4x4.

IAP

Colunistas