Logotipo

Gestante de 18 anos morre em acidente na rotatória do Parque São João

04 de fevereiro de 2019

SAMU tentou salvar a vida de Gisele Fernandes por cerca de 40 minutos, mas ela veio a óbito no local

Compartilhe

Uma bicicleta em que estava Gisele Fernandes e o seu sobrinho colidiu com um caminhão no meio da rotatória 

Na tarde de segunda-feira, 4, por volta das 13h, um acidente grave causou a morte de Gisele Adriane Fernandes, 18 anos, que estava grávida de sete meses. A ocorrência foi na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, na rotatória do Parque São João. 

Uma bicicleta em que estava Gisele e o seu sobrinho colidiu com um caminhão no meio da rotatória, sendo que ela não resistiu aos graves ferimentos e veio a óbito no local junto com o bebê. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Corpo de Bombeiros do Paraná e Polícia Militar do Paraná (PMPR) atenderam a ocorrência. A morte causou comoção e desespero entre familiares e moradores que estiveram na via. 

De acordo com as informações repassadas por testemunhas no local, o caminhão teria vindo da Avenida Ayrton Senna e fazia a rotatória sentido Parque São João para atravessar a Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto quando colidiu com as duas vítimas de bicicleta. A bicicleta com o casal estava indo sentido Centro e a vítima fatal estava na garupa. A carreta parou quando percebeu o acidente. O SAMU atendeu a vítima por cerca de 40 minutos tentando salvar a vida da gestante e o bebê, mas em virtude dos graves ferimentos, ambos vieram a óbito.

O acidente aconteceu em um horário de alta circulação de veículos na região do Parque São João, gerando tráfego lento na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto. A Polícia Militar do Paraná (PMPR) e a Polícia Civil investigarão a morte da gestante. 

A vítima, Gisele Fernandes, era moradora no bairro Santos Dumont, em Paranaguá. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá e será liberado posteriormente para sepultamento por familiares e amigos. 

Morte da gestante de 18 anos gerou comoção entre familiares e amigos no local do acidente

Colunistas