Connect with us

Tecnologia

Falsa informação de videochamada confunde usuários

Ao clicar no link internauta é direcionado para uma página com vírus

Publicado

em

A informação de chamadas de vídeo no whatsApp é falsa. Muitos usuários receberam uma mensagem solicitando baixar o aplicativo para poder usar a nova ferramenta de comunicação e acabaram instalando e foram direcionados para sites maliciosos.

Quando a vítima toca no link achando que conseguirá ativar as videochamadas, ela é levada para uma página web mobile que pede o seu número de celular. Depois de fazer o cadastro, a pessoa é convidada a compartilhar um link com 10 contatos ou em três grupos dos quais faça parte. Somente depois disso a vítima teria o recurso ativado.

O WhatsApp disponibilizou a opção de chamadas de voz em março de 2015. Desde então, surgiu a expectativa pela opção do esperado recurso de videochamadas. De acordo com a página Androidpit, a qual aborda assuntos de tecnologia, há algumas semanas as videochamadas no WhatsApp passaram a estar disponíveis para quem é testador beta do mensageiro e agora o recurso chega de forma oficial a todos os usuários. O recurso passou a funcionar de forma automática, sem a necessidade de baixar aplicativos, somente efetuando atualização.

O estudante de Direito André Luís Xavier, morador no Jardim Samambaia, recebeu pelo WhatsApp uma mensagem para baixar o recurso de videochamada e ao clicar acabou criando um problema. “Recebi do meu primo que é uma pessoa que trabalha na área de informática. Por aí podemos ver o quanto essas mensagens nos enganam. Meu celular foi infectado, tive que baixar antivírus e uma série de recursos para limpar o aparelho e não consegui. Tive então que reconfigurar tudo, ou seja, zerei o aparelho completamente”, contou.

A auxiliar administrativa e fotógrafa Lizangela Pinto Siqueira, moradora na Vila Horizonte, contou que também recebeu a mensagem, mas tem sempre o hábito de recorrer ao Google para saber do que se trata. “Antes de abrir qualquer coisa verifico a procedência. Procuro no Google algo parecido, antes de abrir qualquer link para que não danifique meu celular, pois hoje em dia existem muitas mensagens enganosas espalhadas pelo WhatsApp”, explica.

Continuar lendo