Logotipo

Marinha instaura inquérito para apurar explosão de lancha em Paranaguá

29 de janeiro de 2019

CPPR afirma que explosão aconteceu por volta das 12h e incêndio foi extinto às 13h20 no Rio Itiberê.

Compartilhe

No sábado, 26, a Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR), emitiu nota oficial sobre a explosão e incêndio da lancha "Open Sea II", que aconteceu por volta das 12h do mesmo dia, após a embarcação ter saído pelo Rio Itiberê com dez passageiros.

Na explosão, quatro pessoas ficaram feridas, uma delas gravemente, que segue internada em hospital de Curitiba. A Capitania instaurou um inquérito administrativo para apurar o caso. "A embarcação estava no Rio Itiberê, nas proximidades do ponto conhecido como Passo do Furado no momento do incêndio. Quatro pessoas ficaram feridas, uma delas com gravidade e já foram hospitalizadas", complementa.

"A equipe de Busca e Salvamento da Capitania foi ao local para prestar apoio. Participaram também da ação integrantes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Ambiental e do Porto Marina Oceania. O fogo foi extinto por volta de 13h20 e o proprietário foi notificado para a retirada da embarcação do local assim que possível", afirma a Capitania dos Portos. Ainda de acordo com a autoridade marítima, um Inquérito Administrativo foi aberto com o objetivo de apurar as  causas, circunstâncias e responsabilidades dos fatos.

"A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e se solidariza com os feridos e seus familiares", finaliza a Capitania dos Portos.

 


Colunistas