Connect with us

Segurança

Governo autoriza contratação de 3 mil agentes de segurança pública

Medida vai reforçar efetivos das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Depen

Publicado

em

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior autorizou na quarta-feira, 4, os concursos públicos para contratação de 2,4 mil militares estaduais. São 2 mil policiais e 400 bombeiros. Além disso, o Estado vai selecionar 50 delegados, 300 investigadores e 50 papiloscopistas para a Polícia Civil. Também foram abertas 238 vagas para agentes de cadeia para complementar o quadro do Departamento Penitenciário (Depen).

Ratinho Júnior ressaltou que segurança pública se faz com inteligência e tecnologia, mas principalmente com presença física e recursos humanos (Foto: AEN)

Ratinho Júnior ressaltou que segurança pública se faz com inteligência e tecnologia, mas principalmente com presença física e recursos humanos para atender a todas as demandas da sociedade.

“Nós estamos cortando em diversas áreas e passamos a investir no que é realmente essencial para melhorar a vida das pessoas. Segurança é prioridade número 1 e para isso precisamos de novos contingentes e equipamentos”, afirmou o governador.

Ele destacou que os índices de violência começam a reduzir quando a segurança pública é feita com eficiência e integração. “Em mais da metade das cidades do Paraná não houve registro de homicídio neste ano. Também passamos a prender mais, o que obriga a abertura de mais espaço no sistema prisional. O planejamento de contratações é nesse sentido, aliado à construção de novas casas de custódia para atender a toda essa demanda”, pontuou.

O governador também citou que os novos contratados vão reforçar a segurança em pontos estratégicos do Estado. “Acima de tudo, esses concursos públicos vão trazer mais segurança para a população”, destacou, ressaltando os investimentos que estão sendo feitos em viaturas e novos helicópteros.

PLANEJAMENTO

O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Rômulo Marinho Soares, disse que as polícias têm buscado trabalhar com planejamento estratégico, integração, inteligência e boas práticas. “A meta do governador é valorizar os recursos humanos. Ele me disse para tirar do papel tudo o que está atrasado: promoções, progressões e concursos. O resultado final disso é o melhor atendimento para a sociedade”, comentou.

Na cerimônia, o governador assinou um decreto autorizando as progressões de mais 143 policiais militares. Em julho, ele já havia assinado os avanços de carreira de 1.582 policiais militares e civis.

Segundo o deputado Hussein Bakri, líder do Governo na Assembleia Legislativa, com as autorizações para os novos concursos públicos, que contam com apoio dos parlamentares, o Paraná caminha na contramão dos demais Estados.

“Vivemos um cenário nacional incerto. Recai sempre na caneta do administrador qualquer sobressalto na folha de pagamento, mas o governador Ratinho Júnior tem feito esse esforço”, destacou.

POLÍCIA MILITAR

A contratação de 2 mil policiais militares representa um ganho de material humano e de reposição ao efetivo, segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos. Os batalhões operacionais de todo o Estado terão seus quadros ampliados e poderão apresentar mais resultados à população.

“É um momento restaurador para a segurança pública. Isso demonstra o interesse do Estado em fazer com que as ações sejam práticas. A comunidade está sendo beneficiada, e não apenas com lançamento de policiais nas ruas, mas lançamento com estratégia e planejamento. E também os policiais da ativa, que convivem com escalas apertadas, terão melhor qualidade de vida”, complementou.

POLÍCIA CIVIL

Para a Polícia Civil, a abertura do edital é imprescindível para que a corporação desempenhe sua função de polícia judiciária. O delegado-geral Silvio Rochemback disse que as novas vagas serão distribuídas de acordo com critérios técnicos para atender a demandas represadas que sobrecarregam o trabalho de investigação. “É o compromisso do governador em ter a melhor segurança pública do País. Não adianta ter a melhor tecnologia sem recursos humanos bem qualificados e capacitados”, emendou.

BOMBEIROS

Os 400 novos bombeiros vão reforçar unidades de diversas regiões do Estado, com a ampliação principalmente nos serviços de atendimento a emergências. Para o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Samuel Prestes, a medida contribuirá para elevar o nível de eficiência da corporação.

DEPEN

Os novos agentes de cadeia serão contratos por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS) e atuarão nas unidades que serão concluídas até o fim deste ano ou até meados de 2020. Eles serão responsáveis pela segurança interna e condução da rotina dos presos.

PRESENÇAS

Estiveram presentes na cerimônia realizada no Quartel de Comando da Polícia Militar do Paraná o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Militar, major Welby Sales; o diretor-geral da Polícia Científica, Leon Grupenmacher; o chefe de Estado-Maior da PM, coronel Lanes Randal Prates; o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Samuel Prestes; o diretor do Departamento Penitenciário, Francisco Caricati; o desembargador Telmo Cherem; e os deputados estaduais Delegado Recalcatti, Mauro Moraes, Soldado Fruet, Delegado Fernando, Soldado Adriano José, Estacho, Tiago Amaral, Cristina Silvestri, Márcio Pacheco e Evandro Araújo.

Governador e chefe da Casa Civil são homenageados com medalhas

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior e o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, também foram homenageados pela Polícia Militar do Paraná com as medalhas Coronel Sarmento, maior honraria da tropa, conferida anualmente aos agentes públicos e personalidades da sociedade civil que defendem as causas da segurança.

O Superintendente de Desempenho Governamental, João Luiz Giona Júnior, e o Diretor-Geral da Casa Civil, Felipe Augusto Flessak, também foram homenageados.

O coronel Sarmento é o patrono da Polícia Militar do Paraná. Ele participou de todas as operações revolucionárias travadas pela corporação entre 1912 e 1926. O coronel faleceu no dia 21 de abril de 1934, dia de Tiradentes, patrono das polícias do Brasil.

Fonte: AEN

 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.