conecte-se conosco

Segurança

Advogado e mergulhador explica agravantes da pesca subaquática no litoral do Paraná

Advogado Claudio Dalledone Junior destaca tristeza do ocorrido e que piscinas de marinas e baías não são áreas para pesca subaquática (Foto: Assessoria de Imprensa de Dalledone & Advogados Associados)

Publicado

em

Morte de mergulhador em Marina de Pontal do Sul nesta quarta-feira, 9, pode ter ocorrido após fisgada de peixe com arpão e enrosco de corda na vítima

A morte por afogamento de um homem de 25 anos, na tarde do último dia 8 de janeiro, na piscina de barcos da Marina Ponta do Poço, em Pontal do Paraná, após mergulhar para praticar pesca subaquática, trouxe à tona os alertas sobre a prática no Paraná. 

Mergulhador experiente e advogado da Marina Ponta do Poço, Claudio Dalledone Junior, comenta que diversos elementos compuseram a tragédia da tarde do último dia 8 de janeiro. “As piscinas das Marinas são locais privados e proibidos para mergulhadores e banhistas. Mais do que isso, são áreas muito perigosas. Água turva, obstáculos como pilastras, cordas e âncoras, sem falar no fluxo constante de embarcações elevam os riscos. É um local de uso exclusivo para marinheiros e acesso à embarcações, nada mais”, alertou. 
 

"O peixe deve ter mergulhado ao ser atingido e isso fez com que a corda do arpão enrolasse no corpo do mergulhador o puxando para o fundo", informa o advogado  (Foto: Assessoria de Imprensa de Dalledone & Advogados Associados)

TRAGÉDIA

Segundo Dalledone, a morte do rapaz aparentemente ocorreu, após a fisgada de um peixe. Para o advogado, as condições do local foram determinantes para a morte. “Ele havia fisgado um peixe com seu arpão. Ali é um local difícil, de pouca visibilidade. O peixe deve ter mergulhado ao ser atingido e isso fez com que a corda do arpão enrolasse no corpo do mergulhador o puxando para o fundo. Foi uma cena triste quando o resgate retirou o corpo, na tarde do dia 9, e nos demos conta do ocorrido”, comentou o advogado. 

O corpo do jovem foi localizado pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros na tarde da quarta-feira, 9. 

*Com informações da Assessoria de Imprensa de Dalledone & Advogados Associados

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.