conecte-se conosco

Royal Rouge

Antes de sua virada final, Trump exibiu bandeira do arco-íris

Menos de dez dias antes das eleições, quando estava perdendo nas pesquisas para Hillary Clinton, o candidato eleito a presidente dos EUA, Donald Trump, fez um…

Publicado

em

 

Menos de dez dias antes das eleições, quando estava perdendo nas pesquisas para Hillary Clinton, o candidato eleito a presidente dos EUA, Donald Trump, fez um comício no Colorado, no dia 31, onde ostentou uma bandeira do arco-íris no palco. O material foi fornecido pelo grupo LGBT for Trump, liderado por ativistas e conta com o apoio do bilionário Peter Thiel, um dos fundadores do Paypal e investidor do Facebook. Thiel discursou no Partido Republicano defendendo Trump nas prévias e entrou de cabeça na campanha. Assim como eles, muitos gays importantes apoiaram o candidato que chegou a dizer que acabaria com o casamento gay. O gesto, calculado, comemorou a entrada dos gays conservadores na campanha de Trump. Estima-se que 23% dos gays votaram em Trump, apesar do discurso machista e, por vezes, homofóbico. A principal justificativa deles é que, por lá, questões pontuais são responsabilidades de cada Estado e que retomar o crescimento dos EUA é prioridade de todos. O discurso também abocanha os enrustidos e aqueles que acreditam que a homossexualidade deve ser restrita a quatro paredes. 

 


A responsabilidade de artigos assinados e as opiniões neles expressas não refletem necessariamente as opiniões deste portal. 
A responsabilidade do autor se estende à correção ortográfica e demais regras gramaticais da língua portuguesa.

Continuar lendo
Publicidade