Logotipo

Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio tem novo reitor

01 de fevereiro de 2019

Padre Dirson Gonçalves toma posse no domingo, na missa das 19h

Compartilhe

Uma coletiva com a imprensa apresentou o novo reitor do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio: o padre Dirson Gonçalves. O encontro aconteceu na manhã de quinta-feira, 31, na sala de reuniões do Santuário.

Padre Dirson veio de Campo Grande no Mato Grosso do Sul, sua cidade natal, onde exercia a função de reitor do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Na ocasião, ele ressaltou que pretende continuar com os trabalhos que já estão sendo realizados e intensificar a parte de evangelização, tornando a Padroeira do Paraná mais abrangente no Estado.   

Em 2018, o padre Dirson completou 15 anos de atividade sacerdotal. Nesse período, ele trabalhou em missões populares e foi transferido para ser reitor do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Curitiba, onde ficou por cinco anos. 

“Em Curitiba foi um momento muito bonito. Eu era mais jovem e tinha mais pique. Depois fui para Mato Grosso do Sul e lá trabalhei na Paróquia de Nossa Senhora da Guia e, em seguida, fui para a capela do Socorro, onde fiquei oito anos e agora fui transferido para cá”, destaca. 

Padre Dirson ressalta que se sente privilegiado, pois sua  congregação tem três santuários no eixo entre Paraná e Mato Grosso do Sul, e ele passa agora a atuar no terceiro santuário. “Trabalhei nos três e posso afirmar que gosto de santuários porque gosto de povo. É um lugar muito especial de evangelização no qual podemos resgatar o ser humano que hoje em dia está tão sofrido e tão ‘baqueado’ por causa de problemas como a depressão. Vemos que o ser humano precisa de um fortalecimento espiritual e o Santuário, por excelência, é o lugar desse encontro”, apontou. 

EXPECTATIVA 

Sobre as expectativas de sua nova missão no Santuário do Rocio, padre Dirson ressalta que a responsabilidade é grande.

“Como eu destaquei ontem para as equipes daqui, é preciso ter no coração e na mente que nós estamos cuidando de um lugar e esse lugar não é uma simples casa, é um santuário, um lugar sagrado. Esse lugar não é nosso, é de Deus! Então você vai pontuando isso e observando a responsabilidade que existe. Gosto de trabalhar muito com equipes, gosto de trabalhar dinamicamente. Nunca vai ser perfeito, mas da melhor maneira possível. Nós temos que trabalhar e acolher bem e dinamizar. As pessoas que chegam até nós esperam isso. Esse é meu jeito de trabalhar e minha expectativa é essa, trabalhar bastante e somar com muitas pessoas que queiram participar da nossa equipe”, finaliza. 

POSSE

O Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio convida a comunidade católica do litoral para a posse do padre Dirson Gonçalves. A solenidade religiosa acontece na missa das 19h de domingo, 3. Já estão confirmadas as presenças do superior da congregação, padre Edilei Silva e do bispo diocesano, dom Edmar Peron. 

Padre Joaquim Parron continua na direção da radio Difusora

TRAJETÓRIA

Nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 20 de novembro de 1972, Dirson é filho de Dionízio Gonçalves e Helena Ferreira Gonçalves. Aos 19 anos, entrou para o Seminário dos Redentoristas, em Curitiba, e nesta mesma capital concluiu o curso de Filosofia na Universidade Federal.

O curso de Teologia, também exigido para o sacerdócio, Dirson completou no Instituto Teológico São Paulo, na capital paulista. O missionário tem, ainda, mestrado em ética Teológica, concluído na PUC/SP. Sua ordenação sacerdotal foi em 3 de agosto de 2003.

Na Congregação, padre Dirson Gonçalves foi superior das Santas Missões Redentoristas, reitor no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Curitiba, Pároco da Igreja Nossa Senhora da Guia em Campo Grande-MS e reitor do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, também na capital do Mato Grosso do Sul.

O redentorista tem feito um trabalho admirável no único Santuário Mariano de Mato Grosso do Sul, construído há 77 anos. 
Com seus conhecimentos e carisma, o sacerdote conseguiu a aprovação junto à Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, de uma lei civil, nomeando Nossa Senhora do Perpétuo Socorro como padroeira daquele Estado.

Padre Dirson, fez ainda um trabalho de assistência social junto à comunidade em vulnerabilidade social em Campo Grande, onde contou sempre com a credibilidade e confiança dos apoiadores de sua missão. 

Colunistas