Logotipo

Campanha da Fraternidade é aberta oficialmente na Diocese de Paranaguá

09 de março de 2019

Dom Edmar conclamou os católicos a participar de forma ativa e com espiritualidade da Quaresma e da Campanha da Fraternidade.

Compartilhe

Dom Edmar Peron, bispo da Diocese de Paranaguá, celebrou na quarta-feira, 6, a Santa Missa, na catedral Nossa Senhora do Rosário, marcando o início do tempo quaresmal e a abertura da Campanha da Fraternidade 2019, que traz o tema “Fraternidade e Políticas Públicas”.
Tendo como lema o texto bíblico em Isaías “Serás Libertado pelo direito e pela justiça” (Cap.1, versículo 27), a Campanha da Fraternidade preparada pela CNBB teve seu lançamento em todo o País, o que foi seguido pela Diocese de Paranaguá.
Em sua homilia, dom Edmar pontuou primeiro sobre a Quaresma. Segundo ele, é o tempo para acolher a misericórdia de Deus na própria vida e manifestá-la aos outros. “É o tempo de viver os três ‘quando’ do evangelho deste dia: ‘Quando deres esmola’ – sair ao encontro da outra pessoa; ‘quando orares’ – abrir-se a Deus e a sua salvação; e ‘quando jejuares’ – esvaziamento, libertação, fome de Deus”, citou o bispo.
Quanto à Campanha da Fraternidade e sua proposta de trazer ao conhecimento das pessoas o que são as chamadas “Políticas Públicas”, dom Edmar Peron explicou que são programas criados para garantir ao povo os direitos e deveres previstos principalmente na Constituição Federal.
“Nas Políticas Públicas estão algumas das soluções para as necessidades e problemas da sociedade”, afirmou. “Precisamos conhecer, apoiar e ajudar nessas ações, à luz da palavra de Deus, para que todos os cidadãos possam ter uma vida digna”, destacou.
Dom Edmar conclamou os católicos a participarem de forma ativa e com espiritualidade da Quaresma e da Campanha da Fraternidade, nas suas casas, nas igrejas e nas comunidades, porque são momentos que a Igreja prepara para que os fiéis firmem os passos como seguidores de Jesus Cristo.

Fonte e foto: Diocese de Paranaguá 

Colunistas