conecte-se conosco

Porto de Paranaguá - 85 anos

Porto de Paranaguá tem mais de 2 mil trabalhadores avulsos

Dados de 2018 do Caged indicam que mais de 14% das empresas de Paranaguá estão ligadas ao serviço portuário.

Publicado

em

Grande parte dos trabalhadores que atuam no Porto de Paranaguá são Trabalhadores Portuários Avulsos (TPAs). São cerca de 2.369 pessoas que atuam em seis categorias: estivadores, arrumadores, trabalhadores do bloco, conferentes de carga, consertadores e vigias de embarcações. Além disso, a atividade portuária ainda é responsável por outros 283 empregos com carteira assinada, de acordo com dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, referentes ao ano de 2018.

O Porto de Paranaguá é um dos maiores da América Latina, tem papel fundamental no crescimento econômico da cidade e, por isso, ter mão de obra qualificada é considerado um dos principais diferenciais, já que os serviços têm impacto direto na eficiência das movimentações.

A Estiva é a atividade mais antiga de trabalhadores portuários, atuando desde 1903, antes mesmo da inauguração do Porto de Paranaguá. São eles que movimentam as cargas dentro dos navios. De acordo com o último dado, divulgado pela Portos do Paraná, 1.093 estivadores estão na ativa em Paranaguá.

A segunda categoria mais numerosa é a dos Arrumadores, que preparam as cargas em terra para o transporte nos vagões, caminhões e armazéns. Segundo o Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalhador Portuário e Avulso do Porto Organizado de Paranaguá (OGMO), são 684 arrumadores ativos.

Paranaguá conta ainda com 389 trabalhadores do bloco (responsável pela limpeza e conservação das embarcações), 84 conferentes (responsável pela verificação de uma conta, de mercadorias, dinheiro e outros valores no navio), 76 vigias (trabalhador pago pela agência marítima (que é representante do armador) para vigiar o navio em seu interior e na escada que dá acesso) e 43 consertadores (responsável pelo conserto de carga avariada dentro ou fora do navio).

Contratados

Segundo dados do Ministério da Economia, entre as 283 pessoas contratadas com carteira assinada, a atividade engloba 23 trabalhadores na área de manutenção e reparação de embarcações e estruturas flutuantes; 27 no setor de navegação de apoio marítimo; 169 na navegação de apoio portuário; 14 em serviços de praticagem; e 50 em atividades auxiliares dos transportes aquaviários.

Além dos trabalhadores avulsos e dos contratados diretamente, vale ressaltar que existem muitas empresas ligadas à atividade portuária. Dados de 2018 do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) indicam que entre as empresas instaladas em Paranaguá, mais de 14% estão ligadas ao serviço portuário. Além disso, empregam um em cada cinco trabalhadores da cidade.

Fotos: Claudio Neves/ Portos do Paraná

Com informações da Portos do Paraná

Continuar lendo
Publicidade

Em alta