Connect with us

Porto de Paranaguá - 85 anos

Governador do Paraná afirma que Porto de Paranaguá é exemplo de eficiência

Ratinho Júnior diz que recorde de movimentação, autonomia e novas obras mostram potencial

Publicado

em

Em entrevista exclusiva para a Folha do Litoral News, no dia em que são comemorados os 85 anos do Porto de Paranaguá, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, fez um balanço das ações empregadas no porto nos últimos anos. Tais esforços, segundo ele, propiciaram não só o crescimento em infraestrutura portuária, como a aplicação de investimentos que visam à melhoria da qualidade de vida dos moradores. Confira:

 

Folha do Litoral News: Qual o balanço que o senhor faz das ações do porto em 2019 e o recorde de movimentação de 53 milhões de toneladas?

Ratinho Júnior: A qualidade do corpo técnico e a excelência administrativa fizeram do Paraná o primeiro Estado do País a ter autonomia de gestão portuária. Isso significa exemplo de eficiência. Além disso, o mercado global manteve a confiança nos terminais paranaenses e no nosso agronegócio, mesmo com cenário instável no mercado internacional. Atraímos o maior investimento privado do País nessa área, de R$ 550 milhões, e passamos a ter o terminal com maior potencial para movimentação de contêineres. Também projetamos a reformulação do corredor de exportação e arrendamos um terminal para a Klabin. O recorde de movimentação, a autonomia e novas obras mostram que podemos crescer ainda mais.

 

Folha do Litoral News: Como os investimentos na Ilha do Mel e nas comunidades marítimas fortalecem a relação porto-cidade?

Ratinho Júnior: Uma das maiores preocupações do Governo do Estado é o desenvolvimento sustentável do litoral, para moradores e turistas. Temos um pacote de investimentos para essa região nos próximos anos, em todas as cidades e uma das iniciativas mais urgentes é a dos trapiches. Serão 14, alguns construídos já em 2020. A ideia é que o porto olhe para o mar, para os negócios e também para a terra, a população litorânea. A Portos do Paraná também executa obras em avenidas importantes de Paranaguá e mantém mais de 20 programas ambientais permanentes, além de uma diretoria exclusiva para ações de monitoramento, conservação e educação ambiental. Em 2019, o reconhecimento destas ações estruturantes fez com que os portos paranaenses representassem o Brasil na COP-25, organizado pela ONU, em Madri, na Espanha.

 

Folha do Litoral News: Como foi a apresentação da infraestrutura do Paraná para empresários norte-americanos? De que forma isso pode refletir no Porto de Paranaguá?

Ratinho Júnior: Apresentamos oportunidades e vantagens competitivas do nosso Estado para empresários e investidores, nos mesmos moldes das conferências que realizamos globalmente no ano passado com o Paraná Day. Temos localização estratégica, infraestrutura, mão de obra qualificada e bons indicadores sociais. O Porto de Paranaguá é referência mundial em gestão, o que é reconhecido pelos usuários. Essa política de cooperação com a iniciativa privada nos torna mais fortes, porque geramos mais empregos, mais receita, mais oportunidades. Estamos trabalhando para transformar o Paraná em um hub logístico da América do Sul com o novo Anel de Integração, mais ferrovias e conexões aéreas, e o Porto de Paranaguá terá um papel decisivo nessa cadeia. O porto é a porta de entrada dos insumos que vêm de fora e a porta de saída de toda a transformação industrial e do agronegócio. Nossos indicadores cresceram em 2019 (indústria, comércio, geração de emprego e exportações) e queremos avançar mais.

 

Folha do Litoral News: Qual o planejamento do Estado para a continuidade do processo de dragagem no Porto de Paranaguá?

Ratinho Júnior: Um porto não sobrevive sem dragagens. A segurança e as operações dependem da capacidade de receber navios de grande porte. Com o tempo é natural que sedimentos e areia se acumulem no fundo do mar, o que diminui a profundidade. Os Portos do Paraná contam com um programa de dragagem continuada e novas obras previstas para os próximos anos. Os investimentos somam R$ 403 milhões e incluem a dragagem nos berços, canais de acesso e bacia de evolução. O volume total de sedimentos retirados, nos dois portos, será de quase 22 milhões de metros cúbicos.

 

Folha do Litoral News: Qual a expectativa para o arrendamento de novas áreas no Porto de Paranaguá, algo que foi viabilizado com a delegação de competência alcançada em 2019?

Ratinho Júnior: A autonomia que alcançamos nos permite atuar de forma efetiva no crescimento das operações portuárias. Temos seis áreas para arrendamento, com investimentos que devem ultrapassar R$ 1,3 bilhão. Encerramos 2019 com estudos para que o processo licitatório de duas dessas áreas possam acontecer logo no primeiro semestre de 2020. Estão na lista o PAR 12 (veículos) e PAR 32 (açúcar ensacado).

 

Folha do Litoral News: Qual sua mensagem para os trabalhadores do Porto de Paranaguá?

Ratinho Júnior: A mensagem é de agradecimento e de reconhecimento a todos que tornaram o Porto de Paranaguá uma referência. Cada pessoa que trabalhou nestes 85 anos de vida do terminal ajudou a construir uma história fantástica. A qualidade do corpo técnico dos portos paranaenses é reconhecida por exportadores, importadores e investidores de todo o mundo. Graças ao esforço conjunto, Paranaguá é um dos lugares mais importantes da América Latina. O Paraná não seria uma potência agrícola, industrial e econômica sem a força do Porto de Paranaguá.

Foto: Rodrigo Felix Leal ANPr

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.