Logotipo

Diretor empresarial da APPA objetiva gestão mais harmônica com Paranaguá

16 de março de 2019

Em janeiro deste ano, o parnanguara André Pioli assumiu a Diretoria Empresarial da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), com a missão de trazer aos Portos do Paraná uma gestão pública inovadora, aproximando o Porto da cidade, bem como potencializando o setor empresarial local em prol do desenvolvimento econômico e social de Paranaguá e do litoral paranaense. Formado em Jornalismo, Pioli possui especialização em comunicação empresarial e ciências políticas, sempre próximo de Paranaguá, onde já atuou como repórter e apresentador de TV, possuindo também em currículo profissional participação na Câmara Federal e no Terminal Ponta do Félix.

 

INTEGRAÇÃO

André Pioli destacou a importância da sua missão concedida pelo governador Ratinho Júnior, que, de acordo com ele, pretende potencializar o desenvolvimento para a população do litoral do Paraná em seu governo. Outro foco é o turismo, com vinda programada de navios de passageiros para o largo da Ilha do Mel entre 2018 e 2019, trazendo milhares de turistas para o litoral paranaense, movimentando positivamente a economia local.

"Uma das missões dadas pelo governador Ratinho Júnior, a principal delas é fazer a integração entre cidade e porto. O Porto de Paranaguá sempre colaborou muito com a economia da cidade, mas pela questão legal de não poder pagar impostos para a cidade, a população sempre viu o Porto de costas para a cidade, e esta visão precisa mudar, o Porto precisa dar compensações para o município e mudar esta realidade", destaca Pioli.

Segundo ele, a APPA trará benfeitorias para Paranaguá na atual gestão. "As vias de acesso estão sendo feitas, planejadas e organizadas pela APPA e pelo Governo do Estado. Começou com o viaduto do Jardim Samambaia no KM-5 da BR-277, tem planejamento de construção de outros viadutos na Avenida Ayrton Senna até a entrada do Porto, na revitalização da Avenida Bento Rocha inteira que está em andamento, e estudamos outras questões, como a interseção junto à RUMO e ao DNIT sobre um viaduto na Avenida Roque Vernalha, por causa dos transtornos causados quando o trem passa, sendo que esta avenida precisa de um viaduto ou rebaixamento de trilho e um estudo será feito para isso", destaca o diretor, ressaltando a necessidade de uma relação harmônica entre a APPA e a sociedade.

"A mistura da cidade com o Porto de Paranaguá se dá hoje de maneira conflituosa, com caminhões que entram pela cidade, mas também são os caminhões que abastecem a nossa economia. Da mesma forma, o trem, que atravessa a cidade e causa uma divisão, mas cada vez haverá mais trens e temos que estudar para que haja menos conflitos. A administração disso tudo tem que ser feita com planejamento da APPA junto ao planejamento da cidade, focando a sinalização, asfaltamento das vias de acesso, entre outros fatores, sempre com cuidado e carinho pela cidade de Paranaguá", ressalta André Pioli.

 

RELAÇÃO COM AS EMPRESAS E COMUNIDADE

O diretor empresarial frisou que a relação com associações de moradores deve ser uma constante na atual administração, trazendo investimentos para as comunidades locais com cursos de formação e equipamentos públicos em prol da população. "Na parte econômica, a nossa diretoria possui a missão de focar o desenvolvimento empresarial, de agregar e trazer empresas para movimentarem pelo Porto de Paranaguá. E não é só movimentar, é se instalar no município. Esta diretoria pode estabelecer muitas relações comerciais para que empresas se instalem, gerem renda e emprego, e a nossa cidade progrida", afirma André Pioli.

"As empresas, das pequenas às grandes, movimentam o Porto de Paranaguá e fazem girar a economia. Os empregos gerados em Paranaguá são todos devidos à economia portuária, o comércio central funciona porque existem as pessoas da área portuária que compram lá. A nossa cidade vive disso, mas outros planejamentos e organização precisam acontecer", diz Pioli.

"A nova direção está de portas abertas e pronta para poder bem atender toda a nossa comunidade portuária", diz André Pioli

 

NAVIOS DE PASSAGEIROS DEVEM TRAZER MILHARES DE TURISTAS JÁ EM 2019

 

O diretor da APPA afirma que há um foco da atual gestão no turismo náutico, com a vinda de navios de passageiros para o litoral do Paraná. "Sempre existiu esta conversa da construção de um terminal de passageiros, a gente nunca viu isso acontecer. Em diálogo com os principais donos das linhas de cruzeiros da América do Sul, eles manifestaram a vontade de estar na baía de Paranaguá, com desejo principal de vender o atrativo da Ilha do Mel", informa o gestor. "A APPA deu a sugestão de eles atracarem ao largo da Ilha do Mel, porque se vier um navio de passageiros ao Porto de Paranaguá ele atrapalha a movimentação dos navios que estão atracando e fazem girar toda esta quantidade de cargas. Depois, a gente não tem estrutura para poder bem atender toda esta quantidade de pessoas que irão descer e subir dos navios", ressalta.

 

"Parados na Ilha do Mel, estes navios de passageiros podem fazer um itinerário na própria ilha, conhecendo também a comunidade marítima como as ilhas do nosso litoral e da baía de Paranaguá, ao exemplo de São Miguel, com a gastronomia da carne do siri, Medeiros, que oferece uma ostra de excelente qualidade, entre outras. A criação de roteiros é um cuidado que a APPA está tendo para que estes navios possam vir, parar ao largo e abastecer a nossa economia, eles vão gastar com almoço, artesanato, suvenires", destaca Pioli.

 

Segundo o gestor, a média de cada navio que irá vir à baía de Paranaguá é de trazer 2,5 a 4 mil turistas. "Já temos programada para o final deste ano e início do próximo a vinda de três navios, os quais irão parar ao largo da Ilha do Mel. Cada passageiro tem média de gasto de R$ 500 em uma descida. Já imaginou o impacto positivo que isto irá gerar na economia de Paranaguá e do litoral? Serão criados vários outros roteiros, pois as pessoas que irão descer do navio não irão parar todas na Ilha do Mel, algumas irão conhecer o Centro Histórico de Paranaguá, almoçando nos nossos restaurantes, conhecendo o Aquário, bem como com a possibilidade de conhecer outros municípios litorâneos", frisa. "É um mercado que a APPA está trabalhando e está conversando seriamente para que Paranaguá e o litoral do Paraná se tornem um polo de navios de passageiros", completa.

 

PORTOS DO PARANÁ

 

André Pioli destaca que a APPA possui a missão atual de potencializar os Portos do Paraná, ou seja, o complexo portuário de todo o litoral paranaense. "Toda a nossa região é movimentada pela economia portuária. A partir do momento que os Portos de Paranaguá e de Antonina se desenvolvem, que vai se desenvolver também futuramente o Porto do Imbocuí e o Porto de Pontal do Paraná, o impacto é direto na nossa sociedade e é positivo, com geração de empregos e renda, com mais empresas se instalando, gerando impostos aos municípios, podendo investir mais em educação, cultura, enfim, em uma vida melhor para toda a população", detalha o gestor, ressaltando que os avanços podem ser ainda maiores para a região nos próximos anos.

 

MENSAGEM PARA A COMUNIDADE PORTUÁRIA

 

"A nova direção da APPA está de portas abertas e pronta para poder bem atender toda a nossa comunidade portuária, para que eles possam cada vez mais oferecer um serviço de mais qualidade do que já possuem, movimentando mais cargas pelos Portos do Paraná e desta maneira fazer com que a nossa economia gire de maneira ainda mais competitiva", finaliza o diretor empresarial da APPA, André Pioli, parabenizando o Porto de Paranaguá pelos seus 84 anos.

 

Compartilhe