Logotipo

Nilo Monteiro volta a ser líder do Governo no Legislativo

16 de janeiro de 2020

Vereador já havia desempenhado a função nos anos de 2017 e 2018.

Compartilhe

Na terça-feira, 14, o vereador Nilo Monteiro (Progressistas) recebeu o convite do prefeito Marcelo Roque para ser líder do Governo no Legislativo de Paranaguá, função que já desempenhou no seu início de mandato (2017/2018). 

O vereador destacou que recebeu o convite como mais um desafio em seu mandato. “Exerci esta função nos dois primeiros anos de mandato. Não trabalhei com o prefeito Marcelo Roque nas eleições de 2016, trabalhei com o candidato Antonio Ricardo dos Santos, que era do meu partido, o Progressistas. Entrei na Câmara sendo o quarto mais votado, com 1.438 votos, e nos dois primeiros meses do meu mandato, o prefeito Marcelo Roque viu minha atuação e postura legislativa, percebeu uma certa liderança que poderia agregar com o grupo da base de governo. Naquele momento, estava na oposição e recebi com espanto aquele primeiro convite. Mas era um desafio e como todo início de governo é preciso dar credibilidade e a carta de confiabilidade para harmonizar o Legislativo e o Executivo, decidi aceitar o convite. E desenvolvemos um bom trabalho, sendo que as matérias que chegaram em 2017 foram bem positivas para a população, pois era a reconstrução de um governo”, enfatiza o vereador, explicando que a liderança do governo deveria ter alternância. “Quando aceitei a liderança do governo em 2017, combinei com o prefeito que a função deveria ter uma alternância para não ter um desgaste. Mas no final de 2017, pelo bom andamento dos trabalhos, o prefeito me pediu mais uma vez que continuasse por mais um ano frente à liderança de governo, e permanecesse em 2018. Sendo que 2019 e 2020, outro vereador assumiria a função, e ele trocaria. Novamente aceitei o convite e fizemos um bom trabalho em prol da população, com várias melhorias para a cidade. No final de 2018, saí da liderança como havia combinado, assumindo o vereador Edu, que também aceitou o convite e desenvolveu um trabalho muito positivo em 2019. Mas com os seus outros afazeres que possui como servidor estadual, ficou complexa a situação de alinhar os horários, e o prefeito Marcelo Roque realizou uma conversa comigo e com o vereador Edu, quando surgiu o convite para que novamente voltasse a ser líder do governo na Câmara de Paranaguá, voltando a ter esta parceria em 2020. Aceitei o desafio, apesar de ser um ano complexo devido às eleições, mais sei que este trabalho ajuda os pares para o entendimento das matérias. É bom deixar claro também que o líder do governo não ganha nada a mais, ganha igual a todos os outros vereadores, somente tem a função de esclarecer as matérias do Executivo municipal, deixando harmônicos os poderes”, completa.        

 “Aceitei o desafio de voltar à liderança do governo em 2020, porque sei que posso contribuir e muito, para as aprovações das mensagens do Executivo”, destaca Monteiro

Uma das bandeiras de Nilo Monteiro como vereador são as melhorias dos serviços à população, e ele comenta como está a interlocução com o executivo municipal. “Como legislador tenho a função de fiscalizar, criar projetos de leis, requerimentos e indicações, que são os pedidos ao Executivo municipal, bem como estreitar os laços entre a população e a Câmara com o Executivo. Então também aceitei o desafio de voltar à liderança do governo em 2020, porque sei que posso contribuir e muito para as aprovações das mensagens. Neste ano teremos um canteiro de obras na cidade, e muitas delas são pedidos deste vereador, acredito e busco esta harmonia para que todas as mensagens sejam bem defendias na Câmara Municipal, para que o Executivo possa fazer a sua parte, que são as benfeitorias para toda a população”, afirma.

Nilo Monteiro também fez uma avalição das dificuldades que a função de líder de governo terá neste ano de eleições. “Acredito que teremos um ano atípico e muito difícil no trânsito das mensagens no Legislativo municipal. E por quê? Por que temos ali praticamente um ou dois pré-candidatos a prefeito contra a gestão atual. Temos todos os demais vereadores disputando a reeleição municipal e assim todos têm os seus objetivos pessoais. Como os objetivos pessoais muitas vezes acabam conflitando com os coletivos, ser líder em ano de eleição acaba sendo complexo. Mas tenho a certeza de que estaremos trabalhando com o foco principal que é a nossa população, em prol do nosso povo, independente das nossas lutas pessoais. Todos nós temos que saber que o maior interessado neste trabalho é o coletivo. Trabalhar em ano de eleição contra pré-candidatos que ficarão o tempo todo contra, o quanto pior melhor, é delicado. Tentarei levar com maestria para harmonizar os ânimos e ter um consenso que ao final que tem que ser prevalecido com as mensagens legislativas é o povo. E estou lá para defender o povo e buscarei sempre este entendimento”, finaliza o líder do governo.


Colunistas