Logotipo

Mau tempo impede viagem de Bolsonaro ao interior do Paraná

23 de maio de 2019

Presidente participaria da inauguração da usina hidrelétrica do Baixo Iguaçu.

Compartilhe

As fortes chuvas que atingiram a região oeste do Paraná nesta quinta-feira, 23, fizeram com que o governo cancelasse a viagem do presidente Jair Bolsonaro à cidade de Capanema, onde ele participaria da inauguração da usina hidrelétrica do Baixo Iguaçu. O município fica na fronteira do Brasil com a Argentina, a cerca de 560 quilômetros de Curitiba.

"Lamentavelmente não podemos comparecer, dadas as condições meteorológicas. Pretendemos, sim, voltar e fazer uma visita de cortesia à Capanema e bater um papo com a população local", disse Bolsonaro em um vídeo divulgado pelo Palácio do Planalto, gravado na cidade de Cascavel. No vídeo, Bolsonaro aparece ao lado do governador paranaense Ratinho Júnior, e do ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Bolsonaro chegou a Cascavel no avião presidencial no início da tarde e iria concluir o restante da viagem até Capanema por meio de helicóptero, mas as fortes chuvas impediram a decolagem. Ele retorna à capital federal ainda na tarde de hoje.   

Devido a esse mau tempo, que está grande em Cascavel, e acredito que aí também [em Capanema] não esteja diferente, não vamos conseguir chegar a tempo", disse o governador Ratinho Júnior, no vídeo gravado ao lado do presidente. Ele ainda deu alguns detalhes sobre o empreendimento, que custou cerca de R$ 2,3 bilhões. "Essa é uma usina que vai gerar mais de 300 megawatts de potência, que vai ajudar, inclusive, o desenvolvimento do Brasil", acrescentou. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) detém 30% da usina, cuja potência é capaz de fornecer luz elétrica para uma população de 1 milhão de pessoas.

Agência Brasil

Foto: Divulgação Copel

Colunistas