Logotipo

Maranhão e Marquinhos Roque se filiam ao Podemos

10 de abril de 2018

Pré-candidaturas indicam intenção de trazer mais recursos para o desenvolvimento do litoral do Paraná

Compartilhe

Na noite de sexta-feira, 6, em solenidade na sede da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap), o vice-prefeito Maranhão e o presidente da Câmara de  Vereadores, Marquinhos Roque, filiaram-se ao partido Podemos. Na ocasião, Maranhão ainda anunciou a sua pré-candidatura a deputado federal e Marquinhos a deputado estadual, ao lado do pré-candidato a presidente e atual senador da República, Alvaro Dias.

Sendo assim, Maranhão deixa a função de secretário municipal de Obras Públicas. Sua saída do PSB (Partido Socialista Brasileiro) é justificada pelo pedido do prefeito Marcelo Roque, que é presidente do Podemos no município. “Estamos começando uma pré-candidatura a deputado federal. Entreguei na sexta-feira a Secretaria Municipal de Obras, por força da lei não posso continuar, pois me tornaria inelegível. Gostaria de agradecer a presença de tantos amigos e tantas pessoas que me trouxeram apoio. O litoral pode ter um deputado e, independente do nome a ser escolhido, acredito que temos que eleger um deputado federal”, destacou Maranhão.

Maranhão anunciou pré-candidatura a deputado federal após filiação no Podemos

 

O trabalho ao lado do prefeito Marcelo Roque continua, juntamente com as atividades relacionadas a sua pré-candidatura. “Estou muito feliz, é uma noite que ficará marcada na minha vida política, tenho muita gratidão. Estamos construindo uma cidade melhor a cada dia e vai continuar a mesma força e determinação. Agora, vamos percorrer os outros seis municípios do litoral levando a mensagem que podemos ter um deputado que more aqui e conheça o litoral”, afirmou Maranhão.

O vice-prefeito ainda salientou o que os municípios do litoral já perderam por não terem um representante na Câmara dos Deputados. “Perdemos muito por não ter um deputado federal, um deputado estadual tem orçamento do Estado, e deputado federal tem orçamento da união. São 513 deputados federais e 54 estaduais, na hora de dividir o orçamento, o deputado vai levar o recurso para a cidade dele, onde teve mais votos. E, nós ficamos sempre dependendo de “favorzinho”, temos que acabar com isso. Paranaguá é a cidade mãe do Paraná, temos o porto, os outros municípios têm suas tradições turísticas e temos que parar de viver do que sobrar dos outros”, ressaltou Maranhão.

Senador Alvaro Dias comemorou filiação de Maranhão no Podemos, ao lado do prefeito Marcelo Roque

 

MAIS INVESTIMENTOS

O presidente da Câmara de Vereadores, Marquinhos Roque, explicou sua saída do PMDB e frisou que a mudança começa agora com a análise dos candidatos pela população. “Tive uma história no PMDB, mas não vou ficar esperando, acho que o momento é agora e vamos formalizar a candidatura no Podemos. Vamos enfrentar muita coisa, começa agora a batalha, começam os ataques, mas estamos na política e isso se tornou comum, tentarem denegrir nossa imagem em detrimento de outra pessoa. Acho que Paranaguá estará bem consciente na hora do voto e saberá escolher qual é a melhor opção a Paranaguá. Temos que firmar os votos em candidatos daqui, depois não adianta reclamar que não temos representantes, para mudar temos que começar agora”, declarou Marquinhos.

O presidente da Câmara de Vereadores de Paranaguá exaltou que o eleitorado precisa priorizar os candidatos da região para que os investimentos cheguem até o litoral. “Temos hoje uma carência de recursos, muitas vezes temos que conseguir por meio de outro deputado e, quando vem, ficamos com as migalhas, nunca vem a verba integral, que é de direito da nossa região. A gente tem condições de eleger no nosso litoral até dois deputados, mas muitas vezes deixamos de votar nos nossos para votar em quem é de fora e as consequências estão aí. Mas, acho que neste eleição, o povo vai concentrar o seu voto e vai votar naquele que realmente tem condições. Não estou dizendo que Marquinhos e Maranhão são os melhores, mas os eleitores irão fazer a sua análise”, observou Marquinhos.

Público prestigiou noite de filiação no Podemos em Paranaguá

 

CONVITE

O prefeito e presidente do Podemos em Paranaguá, Marcelo Roque, disse que fez um convite a Maranhão para a filiação no Podemos e aceitar o desafio de ser candidato a deputado federal. “Nada melhor que o nosso partido, que está com uma estrutura boa, temos Alvaro Dias como pré-candidato a presidente da República e temos essa possibilidade de fazer poucos votos e dar essa condição à eleição. O partido que ele estava já estava com sete ou oito candidatos e gostaria de agradecer a confiança do senador Alvaro Dias em meu nome, ele está muito feliz com o que está vendo em Paranaguá”, declarou Marcelo.

Segundo o prefeito, várias melhorias podem ser implantadas no litoral com a eleição de representantes locais. “Tenho certeza de que Paranaguá vai ganhar muito com isso, que os recursos venham para a nossa cidade. Será maravilhoso dois pré-candidatos pelo mesmo partido. Se não me engano, há 75 anos tivemos um deputado federal, mas naquela época era totalmente diferente. O mais importante de tudo é o orçamento que o deputado federal tem na mão para distribuir ao município. Quem sabe em outubro não consigamos ter um deputado federal, um estadual e o presidente da República, que é o Alvaro Dias, no Podemos? Já pensou como o litoral do Paraná vai ganhar com isso? Já estamos pensando no futuro da nossa cidade, que está acima de tudo”, frisou o prefeito Marcelo Roque.

PRESENÇAS

Estiveram presentes ainda na solenidade, o vice-presidente do Podemos Paranaguá, Giordano Vilarinho; o vereador em Paranaguá, Luiz Maranhão; o presidente da Estiva, João Lozano Baptista; o diretor do jornal Folha do Litoral News, Antonio Saad Gebran Sobrinho; a primeira-dama, Amanda Roque; e o presidente estadual da Juventude do Podemos, Paulo Henrique Oliveira.

 

 



Colunistas